27.6 C
Distrito Federal
quarta-feira, abril 17, 2024

Keith Richards: sexo, drogas, linguiça e rock’n’roll

Tenho pouquíssimos ídolos.

Não, “ídolo” é uma palavra muito forte. Ninguém merece ser idolatrado.

Enfim, há poucas personalidades públicas por quem tenho reverência. Taí uma palavra melhor. Keith Richards, que completa 80 anos hoje, é uma delas.

Não porque o Keithão seja um monstro do sexo, drogas e rock’n’roll. Já superei essa fase cretina da vida. Porque ele, além de ter criado a identidade musical dos Rolling Stones –atenção, fãs dos Beatles: também curto–, parece ser um cara bacana, justo, que não enche o saco de ninguém. Coisa rara nesse meio.

Dito tudo isso, não dá para fugir do clichê junkie quando se imagina a figura do Keithão. Sua ficha corrida aponta para uma criatura que se alimenta de cinza de cigarro, como na hilariante paródia de Gabriel Byrne no programa “Saturday Night Live”.

Ao ler a autobiografia de Keith, “Vida”, fiquei surpreso com o fato de que ele não apenas gosta de comida como cozinha e compartilha uma receita com o leitor. É ela que eu replico mais uma vez aqui.

Bangers and mash é uma comida corrente nos pubs de Londres. Nada mais do que linguiça com purê.

Linguiça é um bicho diferente na Inglaterra. O que você encontra no supermercado é francamente ruim, mas o ouro está nos bons açougues –como, sabiamente, Keithão já avisa em seu livro. Em Londres, eu tive a sorte de encontrar um excelente: o McKanna Meats. Os caras tinham uns 30 tipos diferentes de linguiça. Provei dois, ambos ótimos. É uma linguiça de alho e pimenta-do-reino que ilustra este texto.

Fiquem com a receita do Keith.

INGREDIENTES

2 batatas descascadas, em cubos

2 cebolas

1 colher (sopa) de vinagre

50 g de bacon picado

4 gomos de linguiça fresca de porco

1 colher (chá) de farinha

Sal e pimenta-do-reino a gosto

MODO DE FAZER

1. Comece com o purê. Numa panela pequena, coloque a batata, 1 cebola picada, água suficiente para cobrir, o vinagre e um pouco de sal. Ferva e deixe cozinhar em fogo brando.

2. Numa frigideira antiaderente, aqueça o bacon em fogo baixo até a gordura começar a derreter. Junte a outra cebola, fatiada em meia-lua, e refogue até murchar.

3. Reduza o fogo da frigideira até o mínimo possível. Afaste a cebola e o bacon para o lado da frigideira e adicione as linguiças. Cozinhe, virando de vez em quando, até secar o líquido que a linguiça solta.

4. Amasse a batata dentro da panela usando uma espátula ou colher de pau. Cozinhe o purê até engrossar, ajuste o sal e tempere com pimenta-do-reino.

5. Reserve a linguiça e adicione a farinha à frigideira, misturando bem à gordura derretida. Adicione 1 xícara de água e faça o molho de cebola, mexendo bem para a farinha não empelotar. Deixe ferver por 2 minutos para encorpar e devolva a linguiça para reaquecer antes de servir.

6. Sirva a linguiça com o purê e o molho de cebola.

Fonte: Folha de S.Paulo – Gastronomia

Artigos Relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Pesquisar

Últimas Notícias

Categorias