24.6 C
Distrito Federal
quinta-feira, fevereiro 22, 2024

Revitalização de unidade neonatal Canguru do Hmib será finalizada em 2024

Novos revestimentos, sistemas de climatização e energia, esquadrias, impermeabilização da laje e recuperação da fachada. Essas são as melhorias previstas na revitalização da Unidade de Cuidados Intermediários Neonatal Canguru (UCINCa) do Hospital Materno Infantil de Brasília (Hmib), com previsão de entrega para o segundo semestre de 2024.

A diretora do hospital, Marina da Silveira Araújo, ressalta que a unidade será uma referência para a adoção do método no Distrito Federal e atenderá todos os padrões e especificações exigidas pelo Ministério da Saúde. “O método canguru surgiu em 1970, mas ganhou reconhecimento no Brasil nos anos 2000. É uma das estratégias utilizadas para reduzir a mortalidade dos bebês que nascem prematuros e com baixo peso, além de integrar a Política Nacional de Atenção Integral à Saúde da Criança”, explica.

O método canguru é dividido em três etapas (veja arte abaixo) e promove o cuidado integral de bebês prematuros. O novo espaço físico no Hmib permitirá o cuidado integral do recém-nascido e dos pais e familiares, respeitando a individualidade e promovendo o contato pele a pele prolongado.

O Método Canguru ocorre em três etapas e ajuda a reduzir a mortalidade de bebês prematuros. A Unidade Neonatal Canguru acolhe os bebês após os cuidados em unidade de terapia intensiva e antes da alta hospitalar. Foto: Geovana Albuquerque/Agência Saúde-DF

No momento, a revitalização está 50% executada. No início da pandemia de covid-19 houve uma suspensão devido a não renovação contratual da empresa executora por pendências documentais, o que dificultou a retomada. “Depois de destinado muito esforço por parte da Secretaria de Saúde e da Novacap, finalmente a obra poderá ser entregue à população, ampliando ainda mais os serviços no Hmib”, afirma o subsecretário de Infraestrutura em Saúde da SES-DF, Leonídio Pinto Neto,

Com aviso de licitação publicado no fim de 2023 no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF), a previsão é que o certame ocorra em 16 de janeiro. Caso siga dentro dos procedimentos normais, sem impugnações, a formalização do contrato deve ser firmada até o fim de fevereiro de 2024. O valor estimado da contratação é de R$ 1.506.509,78.

Os interessados em participar da licitação podem obter mais informações e acessar o edital e seus anexos nos sites www.licitacoes-e.com.br e www.novacap.df.gov.br. Contatos adicionais podem ser feitos pelos telefones (061) 3403-2321 ou (061) 3403-2322, ou pelo e-mail [email protected].

Com licitação prevista para 16 de janeiro, a formalização contratual para finalizar a revitalização da Unidade Neonatal Canguru do Hmib deve ocorrer até o fim de fevereiro de 2024. Foto: Breno Esaki/Agência Saúde-DF

Método Canguru

A UCINCa possui um papel fundamental para fortalecer a aplicação do Método Canguru, uma metodologia considerada pelo Ministério da Saúde como a mais adequada para atenção ao recém-nascido (RN) pré-termo ou de baixo peso. Após a primeira etapa, em que ocorre a internação do bebê na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal (Utin), as mães e bebês são liberados para a Ucin ou Ucinca, onde ficam juntos por tempo integral. Para isso, o espaço deve possuir infraestrutura para acolhimento 24h por dia, até a alta hospitalar.

“A UCINCa facilita o processo interativo mãe-pai-bebê e, com isto, o vínculo afetivo familiar. É como se fosse um ‘estágio’ antes de irem para casa”, detalha a diretora do Hmib.

Após a estadia na UCINCa, a última etapa do método é o acompanhamento realizado pela equipe do hospital e da Unidade Básica de Saúde (UBS) de referência. Nesta última fase, o bebê continua sendo acompanhado pela equipe do hospital e da unidade básica de saúde (UBS) de referência. O primeiro retorno ocorre após 48 horas da alta hospitalar, e as demais consultas são feitas, no mínimo, uma vez por semana.

Atendimento

O atendimento no Hmib é realizado via Complexo Regulador Ambulatorial da SES-DF e por meio de regulação interna do hospital. As vagas restantes, em cada especialidade, são disponibilizadas para outras regionais de saúde. Os encaminhamentos pelo próprio hospital são agendados na marcação de consultas da unidade.

 

*Fonte: Secretaria de Saúde do DF

Artigos Relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Pesquisar

Últimas Notícias

Categorias