24.6 C
Distrito Federal
quinta-feira, junho 13, 2024

Homens armados invadem transmissão ao vivo de canal público no Equador

Um grupo de homens encapuzados, armados com fuzis e granadas, invadiu nesta terça-feira (9) uma transmissão ao vivo do canal de TV público TC em Guayaquil, em um novo ataque do narcotráfico, que abala o Equador há dois dias.

“Não atirem, por favor. Não atirem”, ouve-se uma mulher implorando durante a transmissão, enquanto outras pessoas, sentadas no chão, cobrem o rosto.

As pessoas armadas exibiam seu arsenal, até que as luzes do set se apagaram. A transmissão ao vivo continuou transmitindo o som dos disparos e gritos.

“Por favor, entraram para nos matar”, escreveu para um jornalista da AFP uma das pessoas que estavam na emissora durante o ataque. A ameaça ao vivo durou cerca de 30 minutos, depois observou-se a entrada de policiais.

Há dois dias, o país sul-americano vive noites de terror, em meio a uma onda de violência com policiais sequestrados, fuga de presidiários e ataques com explosivos, que levou o governo a decretar estado de exceção por 60 dias.

Esta é a primeira crise que o presidente, Daniel Noboa, enfrenta, após assumir o poder em novembro com a promessa de atacar os grupos do narcotráfico, ligados a cartéis colombianos e mexicanos.

© Agence France-Presse


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Fonte: Jornal de Brasília – Mundo

Artigos Relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Pesquisar

Últimas Notícias

Categorias