24.6 C
Distrito Federal
quinta-feira, fevereiro 22, 2024

Damares cobra informações da nomeação do filho da ministra da Saúde em prefeitura do RJ

A senadora Damares Alves (Republicanos-DF) protocolou requerimento de informações para a ministra da Saúde, Nísia Trindade.

O documento pede mais informações sobre o caso do repasse de R$ 55,4 milhões em verbas da pasta para Cabo Frio (RJ), que ocorreu um mês antes do filho de Nísia, Márcio Lima Sampaio, assumir o cargo de secretário de Cultura do município.

A ministra assinou uma portaria que destinou R$ 103,4 milhões a 14 municípios, por meio do Bloco de Manutenção das Ações e Serviços Públicos de Saúde – Grupo de Atenção Especializada. Mais da metade desse montante foi para Cabo Frio.

Questionamento de Damares

No requerimento, Damares questiona o ministério sobre quais políticas públicas de média e alta complexidade serão beneficiadas com o valor repassado.

Ela também pergunta a justificativa para o repasse ter sido feito no fim de dezembro do ano passado, a fonte orçamentária das verbas e os critérios de escolha do município em caso de recurso extraordinário.

Nisia Trindade
O filho da ministra da Saúde, Nísia Trindade, foi nomeado secretário de Cultura de Cabo Frio (RJ) um mês depois do ministério repassar R$ 55,4 milhões ao município | Foto: Paulo Pinto/Agência Brasil

+ Veja: Ministério Público pede investigação sobre filho da ministra da Saúde

A nomeação de Sampaio pela prefeita Magdala Furtado surpreendeu políticos e artistas de Cabo Frio. O filho de Nísia faz parte de uma banda de reggae chamada Ponto de Equilíbrio e substituiu João Batista de Freitas Félix, presidente da escola de samba Flor da Passagem.

O PT de Cabo Frio negou qualquer relação com a indicação de Sampaio para o cargo.

O que disseram prefeitura e Ministério

Em nota, a prefeitura de Cabo Frio afirmou que a nomeação se deve pelo fato de o filho da ministra ser “uma pessoa qualificada, jovem e envolvida com a classe cultural”.

O comunicado também ressaltou que Magdala considerou, em sua escolha, “a proximidade de Sampaio com o Ministério da Cultura e a Secretaria da Cultura do Estado do Rio de Janeiro, o que vai ajudar o município a levar mais projetos e atrair recursos para Cabo Frio”.

+ Leia as últimas notícias sobre Política no site de Oeste

O Ministério da Saúde também emitiu notas negando a relação entre a liberação dos recursos para Cabo Frio e a nomeação de Sampaio para a Secretaria Municipal de Cultura. A pasta ressaltou que o repasse atende a demandas de gestões anteriores do município.

+ Leia também: Ministério da Saúde direciona R$ 55 milhões a Cabo Frio, e filho de Nísia Trindade vira secretário da cidade

Fonte: R7 – Política

Artigos Relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Pesquisar

Últimas Notícias

Categorias