19.6 C
Distrito Federal
terça-feira, março 5, 2024

Conheça sete novos endereços que marcaram a cena gastronômica de SP em 2023

O ano de 2023 foi marcado por grandes novidades na cena gastronômica de São Paulo. Depois de tempos difíceis durante a pandemia, os últimos doze meses foram de ebulição com novas ideias e formatos na capital paulista.

A inauguração do restaurante Ping Yang, tailandês aberto em março nos Jardins, é um desses exemplos. Seu chef, Mauricio Santi, parece finalmente ter consolidado na cidade a presença dessa pulsante culinária asiática, em salão e balcão que seguem disputados. A casa foi escolhida como a melhor novidade e o melhor asiático na premiação O Melhor de São Paulo Gastronomia – Restaurantes, Bares e Cozinha de 2023.

No endereço, entre porções para dividir de espetos, grelhados, saladas e curries, se mantém a tradição de uma culinária em que a pimenta tem papel central —mas que é utilizada como recurso para realçar outros sabores.

Outra casa que oxigenou a gastronomia paulistana foi o bar Domo, inaugurado em julho na Vila Buarque, região central, pelos mesmos donos da cafeteria Takkø, que funciona no mesmo bairro há quase uma década.

Além do cardápio de comes e bebes que conquistou um público moderninho, o espaço também ajudou a impulsionar em São Paulo a onda dos listening bars —ou bares de audição— que há anos se espalha por capitais do mundo. Outros endereços, como o Elevado Conselheiro e o Matiz, reforçaram a tendência.

No Brasil, os listening bars se traduzem com a curadoria afiada de DJs e colecionadores de discos que exibem títulos raros, com um tratamento acústico cuidadoso e ambiente que privilegia a música —mas não se resume a ela.

Mas 2023 também teve espaço para resgatar clássicos da capital paulista. É o caso do bar Caracol, que, após fechar as portas do imóvel que ocupava no centro de São Paulo e ter existido em versão temporária no Conjunto Nacional, estreou um espaço com dois andares na Barra Funda.

A casa promete atrair movimento com sua combinação de gastronomia criativa e boa discotecagem pela qual ficou conhecida —isso, em um bairro que fecha o ano como um dos mais badalados da cidade.
Confira, a seguir, os restaurantes e bares abertos em 2023 que foram apontados como os destaques do ano por jornalistas e colunistas da Folha.

Na lista, há espaço para gostos diversos, com casas como o Gero Fasano Itaim e endereços despojados, como o Sororoca, aberto pelos chefs Marcelo Corrêa Bastos (Lobozó e Jiquitaia) Gustavo Rodrigues (Lobozó) e o paraense Thiago Castanho (ex-Remanso do Bosque e Remanso do Peixe).

Marília Miragaia, editora-adjunta de Comida, Turismo e Guia
Caracol
R. Boracéa, 160, Barra Funda, região oeste, Instagram @caracolbar
A casa, conhecida pela boa música, mostra potencial para atrair também pela gastronomia. Com o comando do chef-executivo Thiago Andrade, há receitas como picles fritos, bolovo de alheira e sanduíche de cavaquinha com vinagrete de laranja no pão brioche.


Sandro Macedo, jornalista e autor do blog Copo Cheio
Domo
R. Major Sertório, 452, Vila Buarque, região central, Instagram @domobarsp
O menu de inspiração asiática é excelente companhia para drinques criativos. Ao lado das bebidas, traz cardápio enxuto com ótimas opções, como o macarrão gelado.


Roberto de Oliveira, editor de Projetos Especiais & Parcerias
Gero Fasano Itaim
R. Pedroso Alvarenga, 706, Itaim Bibi, região oeste
Descontraído e com iluminação natural mais presente, o espaço já figura na lista dos clássicos de São Paulo


Nathalia Durval, repórter de restaurantes e bares do Guia
Kuromoon
R. Teixeira da Silva, 596, Paraíso, região sul, Instagram @kuromoon.br
Fernando Kuroda e Fábio Moon preparam petiscos japoneses e coreanos bem feitos que justificam o hype da casa.


Igor Gielow, repórter especial
Ping Yang
R. Melo Alves, 767, Jardins, região oeste, Instagram @pingyangsp
O grande tailandês de São Paulo sofre com fila, preço e salão inespecífico, mas experiência é única.


Luciana Coelho, secretária-assistente de Redação da Folha e colunista de séries
Ping Yang
R. Melo Alves, 767, Jardins, região oeste, Instagram @pingyangsp
O tailandês de Mauricio Santi extrapola o sentido de novidade com uma culinária pouco explorada no Brasil injetada de criatividade e cuidado com sabores, texturas e harmonia. É uma surpresa a cada colherada.


Mariana Agunzi, editora-adjunta da Home
Ping Yang
R. Melo Alves, 767, Jardins, região oeste, Instagram @pingyangsp
A clientela que abarrota o balcão é o merecido reflexo da culinária tailandesa moderna, vibrante, servida em porções que trazem sabores marcantes e apimentados na medida. Doce, salgado, picante e amargo se misturam e se completam em camadas e texturas.


Magê Flores, editora de Podcasts
Sororoca Bar
R. Simão Álvares, 785, Pinheiros, região oeste, Instagram @sororoca.bar
Casa solar com um baita trio na cozinha, cardápio inquieto e pratos cheios de frescor. Um lugar para brindar o sábado.


Marcos Nogueira, jornalista e autor do blog Cozinha Bruta
Taboa
R. Medeiros de Albuquerque, 313, Jardim das Bandeiras, região oeste, Instagram @taboaoficial
Na baixada do Beco do Batman, a chef Carla Camargo Costa serve comida brasileira sem folclore e tecnicamente impecável.

Fonte: Folha de S.Paulo – Gastronomia

Artigos Relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Pesquisar

Últimas Notícias

Categorias