21.6 C
Distrito Federal
sábado, abril 20, 2024

Doação de sangue 2024. Todo doador é sangue bom.

Comunidade da Tijuca mostra força em um grande ensaio de Harmonia e Evolução

A Unidos da Tijuca está mordida e quer mostrar que não vem para ser coadjuvante no próximo desfile. Antes do ensaio desta quinta-feira, os componentes se reuniram na quadra da escola, onde receberam palavras de incentivo da direção de carnaval. Com esse gás, todos rumaram para a rua D1, local do treino, que começou por volta das 22h. Demonstrando muita força e animação, a escola fez um ótimo ensaio, com destaque para o canto da comunidade e a para a evolução muito correta. A bateria, de mestre Casagrande, segue mostrando toda sua qualidade na sustentação do ritmo, permitindo que o samba tenha um excelente rendimento, em conjunto ao intérprete Ito Melodia, um dos melhores da atualidade, e seus cantores de apoio.

“Nosso carnaval está praticamente pronto. Foi uma semana de muito trabalho. Evoluímos bastante e agora temos todas as fantasias finalizadas. As alegorias estão 99% prontas. O abre-alas já está ensacado. Digo com certeza que é um carnaval muito bonito, de alto nível, para brigar pelo título. Então, a nossa comunidade tem que acreditar nisso e mostrar já no ensaio técnico e também no desfile que vamos lutar por esse campeonato”, disse o diretor de carnaval Marquinho Marino.

Fotos: Rafael Soares/CARNAVALESCO

No carnaval de 2024, a Unidos da Tijuca levará para a avenida o enredo “O Conto de Fados”, de autoria do experiente carnavalesco Alexandre Louzada, abordando as lendas de Portugal. A escola será a quinta a desfilar no domingo de carnaval.

Mestre-sala e Porta-bandeira

O ensaio desta quinta-feira não teve a participação da equipe de comissão de frente. Então, coube ao primeiro casal da escola, Matheus André e Lucinha Nobre, abrir o treino. Mesmo sendo o primeiro ano de parceria, a dupla já mostra um bom entrosamento. Lucinha desfilou toda sua segurança e experiência ao usar muito bem sua técnica. Sempre exibindo sorriso e leveza, ela deu mais tranquilidade para que Matheus pudesse mostrar seu bailado e elegância. A dança dos dois possui elementos tradicionais mesclados com alguns passos marcados de acordo com o samba. Em certos momentos, a dupla parece estar dançando um fado, o que confere muita originalidade ao número.

Harmonia

O desempenho de canto dos componentes da Unidos da Tijuca está cada vez melhor. Foi fácil perceber que todos sabiam o samba completo. Todas as alas passaram cantando em um ótimo volume, gerando um conjunto muito forte. Os pontos altos de harmonia são os dois refrões da obra musical. Enquanto o refrão principal foi cantado com bastante potência, o refrão de meio foi entoado com muita animação e irreverência, conferindo uma harmonia diferenciada para a escola.

“Eu falo que ninguém pode querer mais que a gente. Sei que a comunidade consegue desfilar muito bem e tem consciência disso. Mas nós da direção de carnaval e de harmonia vamos fazer de tudo para que nosso canto e garra sejam as melhores possíveis no dia do desfile. Tudo fica mais fácil quando estamos todos juntos”, falou o diretor de carnaval Marquinho Marino.

Evolução

Quem sabe não esquece. A Tijuca mostrou que consegue desfilar com muita segurança e potência. O ritmo do ensaio foi bastante correto, sem qualquer tipo de lentidão ou correria. Também não se viu nenhum buraco aberto entre as alas. Porém, o que mais chamou a atenção nesse quesito foi a animação e espontaneidade dos componentes. Todos se mostraram muito alegres em desfilar cantando esse samba, interagindo em diversos momentos da obra. Algumas alas coreografadas também se fizeram presentes, formando um conjunto ainda mais interessante para a agremiação.

Samba-enredo

Muito criticado desde o momento da sua escolha, o samba escolhido pela Unidos da Tijuca, de autoria de Claudio Russo e parceiros, vem mostrando evolução ao longo dos ensaios, e parece estar perto de chegar ao ápice de rendimento. Mesmo que a letra tenha momentos não tão inspirados, a melodia impulsiona bastante o canto por conta de suas variações. Um dos responsáveis por esse crescimento do samba certamente é o intérprete Ito Melodia, que segue dando um show de animação e energia, contagiando toda a escola. Como de costume, a bateria comandada pelo mestre Casagrande deu uma aula de cadência, sustentando muito bem o samba para que os componentes pudessem cantar e evoluir perfeitamente. As bossas são oportunas e bem encaixadas na obra musical, impulsionando ainda mais os desfilantes.

“Essa bateria realmente é um caso à parte na minha vida. Sabemos que temos uma margem de erro para o domingo no ensaio técnico, mas a gente está pronto. Ensaiamos muito nessa semana, com bastante conversa entre os ritmistas. Hoje, cerca de 90% da bateria veio e ensaiou. Isso é importante. Não vou dizer que será perfeito, porque é difícil chegar na perfeição. Mas acredito que estamos prontos, a palavra certa é essa”, avaliou o mestre Casagrande.

Outros destaques

O mestre Casagrande fez questão de falar com sua comunidade antes do ensaio, se mostrando muito satisfeito com o trabalho de barracão da escola e passando muita garra para os componentes.

“Nos últimos anos da Unidos da Tijuca, eu nunca vi um barracão tão organizado. Agradeço demais ao Marino pela organização e pela compreensão. A nossa roupa de bateria já está pronta há mais de 30 dias. Está ensacada. Se a gente quisesse entregar amanhã, entregaríamos. A roupa das baianas já está entregue. Abre-alas já está envelopado. Então, no domingo a gente vai lá para mostrar porque a Unidos da Tijuca é gigante. Vamos mostrar porque fazemos parte dessa escola”, disse o mestre.

Outro destaque foi o time de musas da Unidos da Tijuca e a rainha de bateria Lexa. Todas elas se fizeram presentes, mostrando dedicação à escola. Com bastante samba no pé e animação, elas deram um brilho ainda mais especial ao ensaio.

Fonte: R7 – Entretenimento

Artigos Relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Pesquisar

Últimas Notícias

Categorias