15.6 C
Distrito Federal
quarta-feira, maio 29, 2024

Vexames e maus exemplos estão se tornando uma tradição familiar no clã de Neymar

Ainda mais em se tratando de um ex-santista, filho de peixe peixinho é. Neymar Jr. tem a quem puxar, e ficamos na torcida para a genética ser mais seletiva com seus descendentes, já nascidos em berço de ouro. Porque, a depender da família bilionária, depois dos vexames que se acumularam nos últimos dias, podemos pôr no pódio da arrogância a “capivara” da dinastia daquele que um dia sonhou em ser eleito o melhor jogador do mundo.

Neymar, pai, elevou o patamar da péssima fama da linhagem ao receber voz de prisão nesta quinta-feira (22), durante a fiscalização de uma obra na mansão do jogador em Mangaratiba, na Costa Verde do Rio. O patriarca desacatou a secretária de Meio Ambiente da cidade, Shayene Barreto, quando esta cumpria seu trabalho. Foi liberado, mas autuado por crime ambiental, com a reforma da casa embargada e multa de estimados R$ 5 milhões. Ficou barato.

Com o filho já condenado por sonegação, enquanto espera julgamento de recurso em segunda instância, papai estava cuidando de causar danos consideráveis à natureza para reinaugurar a morada (avaliada em R$ 28 milhões) nesta sexta-feira (23). A parentada gosta de uma festa com holofotes.

Na vistoria (feita em conjunto com a Polícia Militar Ambiental, a Polícia Civil e agentes do Grupamento de Proteção Ambiental do município), constatou-se a construção irregular de um lago artificial no terreno, além de alguns delitos típicos de quem acha que pode tudo: desvio de curso e captação de água de um rio, escavação, terraplanagem e movimentação de pedras e rochas sem autorização, além de aplicação de areia de praia no local.

Semana puxada, a da família. O vexame do pai, ao menos, serviu para abafar a desonra do filho, que veio a público pedir desculpas por tter traído a mulher (grávida) com uma influencer ou modelo ou subcelebridade (que veio agregar seu nome à extensa lista de conquistas do atleta do PSG). É masculinidade tóxica que chama? Mau exemplo, com certeza.

Nesses dias corridos, até a irmã de Neymar deu sua contribuição — modesta, mas desconcertante. Foi na mesma e fatídica quinta (22), durante um leilão beneficente (para o instituto do próprio craque, obviamente) que reuniu 900 convidados. 

Rafaella Santos levou um fora diante desse seleto grupo. No palco do evento, usando microfone, iluminada pelos refletores, a moça deu uma cantada no atacante Rodrygo, do Real Madrid. Ao lado dela no palco, o moço rebateu, de primeira: ““Deixa eu quieto!”.

Essa família é muito unida. E também muito ouriçada. Dinheiro não falta. Nem motivo para passar vergonha.

Fonte: R7 – Resumo

Artigos Relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Pesquisar

Últimas Notícias

Categorias