19.6 C
Distrito Federal
domingo, março 3, 2024

Tartarugas nascem na Praia da Enseada

Para proteção dos filhotes, o ninho foi realocado pelos técnicos na Praia da Enseada

Para proteção dos filhotes, o ninho foi realocado pelos técnicos na Praia da Enseada

Neste último domingo, 26, mais filhotes de tartaruga seguiram rumo ao mar, em Rio das Ostras. Os animais, da espécie conhecida como cabeçuda (Caretta caretta), nasceram na Praia da Enseada das Gaivotas.

A mãe tartaruga colocou os ovos no dia 3 de janeiro deste ano, na Praia de Costazul – em um local de muita movimentação de pessoas e na margem da erosão da Praia. Para proteção dos filhotes, o ninho foi realocado pelos técnicos na Praia da Enseada, naquele mesmo dia.

Na noite de sábado, dia 25 de fevereiro, cerca de 130 tartarugas nasceram na Praia da Enseada. E no domingo, 26, biólogos do Projeto de Monitoramento de Praias – PMP/Ambipar, capacitados pelo Projeto Tamar, acompanhados pelos técnicos e biólogo da Secretaria de Meio Ambiente, Agricultura e Pesca de Rio das Ostras, estiveram no local para a abertura do ninho e realizaram a soltura de mais de 40 filhotes no fim da tarde.

Essa é a terceira ocorrência desde o início do ano, quando foram realocados ninhos de tartarugas que realizavam desovas em locais de maior frequência de turistas em praias de Rio das Ostras nesta época de veraneio.

PLANO MUNICIPAL DE GERENCIAMENTO COSTEIRO – O biólogo e superintendente de Gestão Ambiental da Secretaria de Meio Ambiente, Jolnnye Abrahão, ressalta a importância do monitoramento destas ocorrências no âmbito do Plano Municipal de Gerenciamento Costeiro, instituído no Município pela Lei nº 2779/2022, bem como a importância da realização de parcerias com instituições de pesquisa e ações de Educação Ambiental para a conscientização da população.

“Precisamos conscientizar os moradores do Município acerca das riquezas naturais presentes na Zona Costeira de Rio das Ostras, como a de espécies marinhas de quelônios e cetáceos”, explica o biólogo.

Fonte: ASCOM RDO

Comunicar erro

Fonte: RJNEWS – Meio ambiente

Artigos Relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Pesquisar

Últimas Notícias

Categorias