26.6 C
Distrito Federal
quinta-feira, maio 30, 2024

Secretaria do GDF anuncia reforma da Praça dos Três Poderes após críticas de Janja – Notícias

A Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Distrito Federal informou neste sábado (6) que “está em fase de adequação” o projeto de restauração da Praça dos Três Poderes, em Brasília. O anúncio foi feito após a primeira-dama, Rosângela da Silva, a Janja, ter criticado o estado de conservação do local. A pasta afirmou que a proposta “precisa atender novas exigências do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) quanto à validação por arquiteto especialista em patrimônio por se tratar de um patrimônio tombado.”

Em comunicado enviado ao R7, a secretaria argumenta que o restauro requer mapeamento de todo o espaço. A pasta informou que vai apresentar o projeto, mas não citou data. “Contamos com a colaboração do Iphan para que o projeto tenha maior agilidade, uma vez que é de pleno interesse do GDF e também do Governo Federal.”

A primeira-dama visitou o local na tarde dessa sexta-feira (5) e criticou o estado de conservação do local. “Não é possível o principa ponto turístico de Brasília, que é a Praça dos Três Poderes, e que agora em janeiro, fim de ano, todo mundo vem conhecer, estar abandonada”, afirmou.

Clique aqui e receba as notícias do R7 no seu WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo Telegram
Assine a newsletter R7 em Ponto

Depois de pedido feito pelo Ministério da Gestão e Inovação, o governo do Distrito Federal fez corte da grama que “já estava a meio metro de altura”, segundo Janja. “Vamos recuperar a praça porque a Praça dos Três Poderes é um símbolo da democracia. E ela precisa estar apresentável para os turistas que vêm [a Brasília]”, disse a primeira-dama.

As críticas de Janja antecedem a cerimônia alusiva ao 8 de Janeiro. No ano passado, o local foi palco de destruição por parte de extremistas. O ministro da Justiça e Segurança Pública em exercício, Ricardo Cappelli, e a governadora em exercício do Distrito Federal, Celina Leão, assinaram na quinta-feira (4) o plano de segurança para o ato em defesa da democracia marcado para a próxima segunda-feira (8), dia em que a depredação e invasão às sedes dos Três Poderes vai completar um ano.

Até o momento, o plano de segurança para o dia prevê o fechamento do acesso à Praça dos Três Poderes a pessoas e veículos sem autorização. Para isso, haverá a atuação de tropas especializadas e, segundo da Secretaria de Segurança Pública do DF, se necessário, linhas de revista. A região também será monitorada por meio de imagens de câmeras, drones e informações enviadas ao Centro Integrado de Operações de Brasília (Ciob).

Fonte: R7 – Brasília

Artigos Relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Pesquisar

Últimas Notícias

Categorias