15.6 C
Distrito Federal
quarta-feira, maio 29, 2024

Polícia identifica onde helicóptero fez pouso de emergência antes de desaparecer em SP

Depois de seis dias de busca, a Polícia Civil conseguiu localizar, no último sábado, 6, a área onde o helicóptero realizou um pouso emergencial antes de desaparecer, no domingo 31, em São Paulo. O local fica próximo a uma represa de Paraibuna, município a cerca de 100 quilômetros da capital paulista. 

+ Leia mais notícias do Brasil em Oeste

Além do piloto da aeronave, Cassiano Teodoro, de 44 anos, a Força Aérea Brasileira (FAB) procura por Luciana Rodzewics, de 46 anos, sua filha, Letícia Rodzewics Sakumoto, de 20 anos, além de Rafael Torres, um amigo da família. 

As equipes envolvidas nas buscas não encontraram no local do pouso emergencial nenhum vestígio dos quatro tripulantes da aeronave. No entanto, a polícia instalou, no sábado, uma base de monitoramento em Paraibuna para inspecionar a região. 

Monitoramento

Uma unidade móvel na área passou a utilizar equipamentos especiais, como drones com infravermelho e um super zoom, antena via satélite, monitores e rádios. Uma equipe da Divisão de Operações Especiais de Polícia analisa em tempo real todas as imagens captadas.

De todo modo, as buscas aéreas continuarão no raio de cinco mil quilômetros quadrados onde a operação acredita que o helicóptero pode estar.

Reforço nas buscas

FAB busca helicóptero desapareceu SP
Aeronave SC-105 Amazonas conta com sistema eletro-óptico, que combina busca por imagem e espectro infravermelho | Foto: Divulgação/FAB

Desde a última segunda-feira, 1º, 15  tripulantes que compõem o Esquadrão Pelicano da FAB já realizaram mais de 47 horas de buscas. Eles utilizam o avião SC-105 Amazonas, que possui radar com até 360 quilômetros de alcance e um sistema de comunicação via satélite.

O SC-105 Amazonas conta ainda com sistema eletro-óptico, que combina busca por imagem e espectro infravermelho. Essa tecnologia possibilita identificar calor, facilitando a detecção de objetos, ainda que encobertos pela vegetação, e de pessoas, mesmo que estejam no mar.

Leia também: “Força Aérea explica o motivo da demora nas buscas pelo helicóptero desaparecido em São Paulo; entenda”

No sábado, nove tripulantes do helicóptero UH-60 Black Hawk, do 5º Esquadrão do 8º Grupo de Aviação (GAV), entraram no quadro para reforçar a procura. A Polícia Militar também designou dois helicópteros para aprimorar a ação.

De acordo com a Força Aérea, as condições meteorológicas e o relevo montanhoso da região têm sido o maior desafio para os profissionais envolvidos neste trabalho.

A aeronave que é alvo de buscas partiu de São Paulo, no dia 31 de dezembro, com destino ao município de Ilhabela, no litoral norte do estado. 

+ Estamos no meio do mato: piloto de helicóptero teria pousado antes de desaparecer na Serra do Mar

Fonte: R7 – Brasil

Artigos Relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Pesquisar

Últimas Notícias

Categorias