19.6 C
Distrito Federal
segunda-feira, abril 15, 2024

Pastor alemão reprovado como cão-guia devido à ansiedade explode de felicidade ao ser adotado por treinador

Benson, um cachorro da raça pastor alemão, tinha tudo para se tornar um ótimo cão-guia; porém, por dois motivos, ele foi rejeitado para tal função: ansiedade e reatividade com cães e pessoas.

A ansiedade e reatividade podem impedir um cachorro de se tornar um cão-guia, porque essas características interferem na capacidade do animal de se concentrar, manter a calma e tomar decisões consistentes em situações desafiadoras.

Um cão-guia precisa ser estável emocionalmente, confiável e capaz de lidar com diferentes estímulos sem se distrair ou reagir exageradamente.

Sendo assim, há cinco anos, Benson foi adotado pelo seu treinador, Jake Zerner, que vive em Tennessee, Estados Unidos.

No seu aniversário de adoção, o tutor fez uma homenagem em vídeo contando como foi que o pet chegou na sua vida.

O vídeo, compartilhado no dia 19 de fevereiro no perfil do TikTok do pastor alemão, acumula mais de 1,8 milhão de visualizações.

“POV [Ponto de vista]: Seu cachorro foi reprovado na escola de cães-guia e você pode adotá-lo de volta como um animal de estimação para sempre”, diz a legenda.

A adoção

O tutor do Benson o conheceu quando tinha apenas 11 meses; por dois meses, o homem, através do The Seeing Eye, escola de cães-guia, ficou com ele a fim de treiná-lo e socializá-lo para a função.

Após o treinamento, por duas semanas, o pastor alemão foi submetido a diferentes tarefas para ser avaliado como cão-guia.

O resultado foi a reprovação; ele não foi graduado para a tarefa de ajudar pessoas deficientes visuais.

No período da avaliação, Benson ficou afastado de Jake, mas parece que ele sabia não estar desamparado por ser rejeitado como cão-guia.

Ele poderia não ir para o lar de uma pessoa deficiente visual, mas não seria abandonado, pois seu treinador o adotaria.

Sendo assim, o dia do reencontro da dupla foi emocionante! O pet foi adotado com um ano de idade.

“Ele estava tão feliz em me ver e sabia que neste momento teria um lar para sempre comigo”, declarou Jake.

Confira o vídeo do reencontro.

O passado de Benson

Jake contou que antes de recebê-lo para treinamento, Benson, quando filhote, foi maltratado, sendo mantido preso em uma pequeno ambiente.

Quando o The Seeing Eye tomou conhecimento da situação do cão, o resgatou. Foi então que encaminharam o pet para o treinador, na esperança de que ele fosse capaz de ajudá-lo com os problemas comportamentais causados pelo antigo tutor.

Só que Jake sabia que o tempo que foi lhe dado para treiná-lo não era o suficiente; por isso, acreditava que o melhor para Benson era que ele fosse um animal de estimação ‘normal’.

Seu pensamento não estava errado!

E foi assim que Benson entrou na vida do seu atual tutor e, posteriormente, conheceu o seu melhor amigo canino, Hugo, e também Lily, sua ‘namorada’.

Desde 19 de fevereiro, o dia da adoção do pet, Jake compartilha nas redes sociais a vida normal de Benson. Somando TikTok, Instagram e Facebook, Benson acumula mais de 1 milhão de seguidores.

Para acompanhar Benson nas redes sociais, clique aqui.

Veja também este vídeo:

Patricinhas do crime: Revelamos O ESQUEMA por trás da ostentação das pets ricas

Fonte: R7 – RPet

Artigos Relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Pesquisar

Últimas Notícias

Categorias