27.6 C
Distrito Federal
quarta-feira, abril 17, 2024

Musk refuta acusações de uso de drogas após documento explosivo

Elon Musk, notório por seu estilo de vida extravagante e inovações tecnológicas, está mais uma vez no centro das atenções devido a alegações sobre seu suposto envolvimento com drogas.

Após a repercussão de seu episódio de maconha no podcast de Joe Rogan, surgiram histórias sobre Musk consumindo diversas substâncias, incluindo cocaína, LSD e cogumelos alucinógenos.

Veja também

O empresário, no entanto, nega veementemente as acusações, afirmando em um post no X (antes Twitter) que concordou em realizar três anos de testes aleatórios de drogas a pedido da NASA, e nenhum vestígio de substâncias ilícitas foi encontrado.

Mesmo diante disso, o Wall Street Journal (WSJ) contradiz Musk, citando fontes que detalham um padrão alarmante e contínuo de uso de drogas.

Desafios e riscos

As acusações têm potencial para ir além das questões pessoais de Musk, pois representam ameaças aos contratos governamentais da SpaceX, estimados em US$ 14 bilhões.

O Wall Street Journal destaca preocupações do conselho da Tesla, empresa liderada por Musk, sobre como seu comportamento sob o efeito de drogas poderia afetar as decisões estratégicas da companhia, devido à polêmica proposta de privatização que resultou em um julgamento de fraude.

A situação se intensifica com uma investigação de US$ 5 milhões lançada pela NASA após o episódio de maconha no podcast de Joe Rogan em 2018. O silêncio persistente da agência sobre os resultados da investigação mantém uma nuvem de incerteza sobre o caso.

O consumo de drogas por parte de funcionários da SpaceX, empresa de Musk, pode violar os termos dos contratos governamentais, colocando em risco não apenas o prestígio da empresa, mas também seus ativos e empregos.

A versão de Musk e as controvérsias

Musk pode perder muito se comprovado o seu uso de drogas – Imagem: Shutterstock/Cristiano Barni/Reprodução

Apesar das alegações do WSJ, Musk não hesita em desacreditar o jornal, considerando-o inadequado até para forrar uma gaiola de pássaro, como expressou em suas redes sociais.

O bilionário, conhecido por sua postura irreverente, utiliza emojis para pontuar sua indignação.

Enquanto o advogado de Musk, Alex Spiro, permanece em silêncio, persistem as especulações em torno do impacto do uso de entorpecentes na conduta errática do empresário.

O episódio em que quase chorou em uma entrevista e seus tuítes sobre a privatização da Tesla levantam questionamentos sobre a influência das substâncias em suas decisões.

O embate entre as negações de Elon Musk e as alegações do Wall Street Journal cria um tabuleiro de xadrez em que estão em jogo não apenas a reputação do homem mais rico do mundo, mas também contratos milionários, o futuro da SpaceX e a confiança dos investidores.

À medida que a investigação da NASA permanece envolta em mistério, o desfecho dessa narrativa continua incerto, deixando o público atento aos próximos lances nesse intrigante jogo midiático.

Fonte: R7 – Tecnologia

Artigos Relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Pesquisar

Últimas Notícias

Categorias