21.6 C
Distrito Federal
domingo, março 3, 2024

Motorista que sobreviveu a acidente no Anel e pane em helicóptero trabalhava com viagens longas há dois meses


Esposa conta que caminhão teve problema dias antes da batida Divulgação/Corpo de Bombeiros O motorista de 30 anos que dirigia o caminhão que perdeu os freios ao descer o Anel Rodoviário, na região oeste de BH, trabalhava com viagens longas há apenas dois meses. “Ele foi levando caroço de algodão e voltaria com minério”, contou a esposa Taynara Ribeiro, nesta quinta-feira (11), três dias após o acidente. “Ele estava há sete dias. O caminhão já tinha estragado. A seguradora arrumou o caminhão certinho. Quando pegou a carga de minério e perdeu o freio aconteceu todo acidente. Uender sempre foi muito cuidadoso e rígido. Sempre dirigiu corretamente”, conta a mulher. A família mora na cidade de Goiatuba (GO), localizada a 176 km da capital Goiânia. Segundo Taynara, Uender passou a fazer viagens mais longas há dois meses. “Ele foi levando caroço de algodão e voltaria com minério”, detalhou. • Clique aqui e receba as notícias do R7 no seu Whatsapp • Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp • Compartilhe esta notícia pelo Telegram • Assine a newsletter R7 em Ponto Ao saber do acidente, parte da família viajou para Belo Horizonte. A esposa soube pela internet que o helicóptero que socorria o marido precisou fazer um pouso de emergência. Em seguida, o caminhoneiro foi levado para o hospital João 23 em estado grave. Taynara relata que a vítima deve passar por uma segunda cirurgia. “Ele machucou as duas pernas. A barriga está toda aberta”, relatou. “Depois que soubemos do problema com a aeronave, pensei que não era possível aquilo. Foram dois acidentes em questão de minutos”, lamentou. Veja também Minas Gerais Caminhão tomba, arrasta três veículos e deixa feridos em Pains (MG) Minas Gerais Motorista que sobreviveu a acidente no Anel e à falha em helicóptero segue internado em BH Minas Gerais Belo Horizonte registrou aumento de 850% nos casos de dengue em 2023 Além de Silva, outras duas pessoas ficaram feridas no acidente envolvendo cinco caminhões. Casas foram destelhadas pelo helicóptero da PRF (Polícia Rodoviária Federal) que tentava socorrer Silva. A aeronave teve problemas e precisou fazer um pouso emergencial. As causas da falha são investigadas. Fonte: R7 – Minas Gerais

Artigos Relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Pesquisar

Últimas Notícias

Categorias