26.6 C
Distrito Federal
terça-feira, maio 28, 2024

Macaé e Inea assinam protocolo de ações sustentáveis com diretrizes da ONU

A garantia de produção de energia que assegure o novo processo de industrialização registrado atualmente no Estado do Rio de Janeiro, baseado na execução de projetos e programas que instituem a sustentabilidade como conceito central do novo ciclo de prosperidade regional, foi pauta de seminário realizado em Macaé, nesta quinta-feira (30), pelo Instituto Estadual do Ambiente (Inea) em parceria com o governo municipal.

O encontro também marcou a celebração do protocolo de intenções entre a prefeitura e o Inea, que assumem o compromisso de promover políticas públicas baseadas nas diretrizes estabelecidas pela Organização das Nações Unidas (ONU). O objetivo é o consumo consciente da água, com foco prioritário para a proteção do Rio Macaé. O documento foi assinado pelo prefeito Welberth Rezende junto ao presidente do Inea, Felipe Campello.

“O caminho que vamos trilhar é o da sustentabilidade ao promovermos o desenvolvimento com respeito ao meio ambiente. Temos hoje números expressivos em investimentos, empregabilidade, planejamento orçamentário, mas não abrimos mão de discutir e executar projetos que garantam à proteção do ecossistema e à geração futura condições de viver em uma cidade próspera e referência em qualidade de vida”, destacou o prefeito.

A garantia da construção de um novo ciclo de desenvolvimento sólido, baseado em estratégias debatidas pelos órgãos licenciadores, pesquisadores, poder público e investidores, foi destacada pelo secretário municipal de Governo, Juninho Luna, como o verdadeiro caminho de construção de um futuro próspero e de qualidade de vida para a população local.

“Macaé vive um novo cenário de desenvolvimento e constrói uma nova realidade para a região através do diálogo. Trabalhamos de mãos dadas com o Inea, Estado, instituições e inventores, trazendo para a mesa lucidez e transparência. A proposta é promover avanços que sejam a garantia de um futuro de progresso e de prosperidade para a nossa população, com muita responsabilidade”, afirmou Juninho.

O desenvolvimento de novas tecnologias que otimizam a geração de energia, através do gás natural e de fontes renováveis, mitigando impactos e promovendo a proteção adequada dos recursos naturais locais, também foi destacado no evento que reuniu empresários, investidores do setor energético, além de agentes públicos que atuam nos processos de licenciamento de usinas termelétricas em etapa de instalação em Macaé.

“As questões ambientais são mutáveis devido às novas tecnologias que surgem e garantem mais produção, com menos impactos para o meio ambiente e para a sociedade. A nossa gestão está representada aqui, no diálogo com os setores que promovem o desenvolvimento com compromisso de respeitar as regras de proteção do meio ambiente. Só assim conseguimos avançar e garantir o futuro”, afirmou Felipe Campello.

O seminário contou com a participação da secretária municipal de Ambiente, Isaura Sales, e dos secretários de Desenvolvimento Econômico, Rodrigo Vianna, da Casa Civil, Luís Fernando Pessanha, de Políticas Energéticas, Thiago Rocha, e de Trabalho e Renda, Cristiano Gelinho.

O evento teve ainda a presença do superintendente do Inea, Ronaldo Paes Leme, do subsecretário estadual adjunto de Energia, Felipe Lamassa, do presidente da Associação Comercial e Industrial de Macaé (Acim), Frederico Barreto, do representante do Repensar Macaé, Cliton da Silva Santos, do procurador geral da república em Macaé, Flávio Reis, além de representantes das empresas Aker e Grupo Vale Azul.

Fonte: RJNEWS – Meio ambiente

Artigos Relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Pesquisar

Últimas Notícias

Categorias