21.6 C
Distrito Federal
sábado, março 2, 2024

Defesa Civil confirma 11ª morte por causa das fortes chuvas no Rio de Janeiro – Notícias

A Defesa Civil do Rio de Janeiro confirmou a 11ª morte devido às fortes chuvas que atingiram a Zona Norte da capital fluminense e municípios da região metropolitana. Segundo a corporação, a vítima é um homem de 59 anos, que sofreu choque elétrico no município de Duque de Caxias. Uma mulher de Belford Roxo e uma criança em São João de Meriti seguem desaparecidas, confirmou ao R7 o órgão.

A informação sobre a 11ª vítima veio pouco tempo depois de a Defesa Civil confirmar a 10ª morte em decorrências das tempestades. Uma mulher de 55 anos morreu após ficar soterrada em um trecho da estrada de Botafogo, no bairro de Costa Barros.

Depois dos temporais deste fim de semana, o Centro Estadual de Monitoramento e Alerta de Desastres Naturais (Cemaden-RJ) emitiu um alerta de risco muito alto e alto de deslizamento para 18 municípios. As tempestades tiveram início na tarde de sábado (13). A previsão do tempo indica que a chuva deve continuar até o final do dia, com pancadas isoladas.

A prefeitura determinou que oito locais na Zona Norte fossem transformados em pontos de assistência aos moradores afetados. O acesso de veículos à Avenida Brasil, uma das principais da cidade, chegou a ser interditado, mas foi totalmente liberado no fim desta manhã, informou o Centro de Operações do Rio (COR).

Clique aqui e receba as notícias do R7 no seu WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo Telegram
Assine a newsletter R7 em Ponto

O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PSD), pediu que as pessoas evitem circular na cidade neste domingo em virtude dos estragos causados pelas chuvas. Diretamente do Centro de Crise instalado pela prefeitura na Pavuna, um dos bairros que mais sofreram com a tempestade, o gestor falou sobre a situação e alertou sobre o risco de mais chuvas ainda neste domingo.

A capital fluminense permanece em estágio 4 — o penúltimo nível de uma escala que vai até 5 —, e a situação ainda é de grande perigo. “Mantenha-se em local seguro”, escreveu o centro de operações após a liberação da Avenida Brasil.

Fonte: R7 – Rio de Janeiro

Artigos Relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Pesquisar

Últimas Notícias

Categorias