21.6 C
Distrito Federal
quinta-feira, fevereiro 22, 2024

Confederação Brasileira de Skate é desfiliada pela federação internacional

A Federação Internacional de Skate anunciou, na última quarta-feira, 10, que não reconhece mais a Confederação Brasileira de Skate (CBSK) como sua afiliada. 

+ Leia mais notícias do Brasil em Oeste

A decisão ocorreu faltando pouco menos de 200 dias para o início da próxima edição dos Jogos Olímpicos, em Paris, na França. 

Leia também: “Astro do hóquei no gelo russo é forçado a se alistar para lutar na Ucrânia”

A decisão foi tomada depois de a World Skate determinar que tanto a CBSK como a Confederação Brasileira de Hóquei e Patinação (CBHP) deveriam se juntar para haver somente um representante dos esportes sobre rodas no Brasil. 

Uma solução foi proposta, mas a CBSK não aceitou

A CBHP chegou a propor que fosse criada uma espécie de “federação guarda-chuva”, chamada Skate Brasil. Esse órgão abarcaria as 13 modalidades que são gerenciadas tanto pela CBHP como pela CBSK. 

No entanto, a Federação Internacional de Skate disse que a CBSK se negou a colaborar com a proposta ou apresentar outra alternativa. Por causa disso, houve a decisão de retirar a adesão da entidade brasileira do órgão internacional. 

Leia mais: “Ex-ginasta Laís Souza afirma que sofreu abusos sexuais de cuidadores”

Com isso, a gestão técnica, esportiva e financeira do skate no Brasil vai ficar sob os cuidados do Comitê Olímpico Brasileiro (COB).

A CBSK e o COB se manifestaram 

Skate
O Comitê Olímpico Brasileiro vai criar uma força-tarefa para cuidar da preparação dos atletas brasileiros para os Jogos Olímpicos de Paris 2024 | Foto: Reprodução/X/@timebrasil

A CBSK soltou uma nota na qual lamentou a decisão. De acordo com a confederação, a decisão “foi tomada de maneira arbitrária, sendo carregada de teor político e por irregularidades”. 

“A CBSK seguirá trabalhando pela gestão do skateboarding em solo brasileiro, já que a World Skate não pode interferir na autonomia nacional sobre qual entidade deve gerir o esporte”, afirmou a confederação. “Assim, acreditamos que o Ministério do Esporte e o COB não seguirão essa decisão, já que, além de representar uma desastrosa e fatal ação para o único esporte olímpico da Federação Internacional, seria aceitar uma violenta interferência externa no ordenamento esportivo brasileiro defendido pela Lei Geral do Esporte.” 

A COB também se manifestou: 

“O Comitê Olímpico do Brasil recebeu ofício da World Skate que informava que a Confederação Brasileira de Skate foi desfiliada depois de decisão tomada pelo comitê executivo da entidade”, afirmou o COB, em nota. “Com a definição, a CBSK não é mais a representante da modalidade no Brasil perante a federação internacional.” 

Diante disso, a COB vai criar uma força-tarefa para cuidar da preparação dos atletas brasileiros para os Jogos Olímpicos Paris 2024. 

A entidade também vai seguir com o planejamento que foi definido anteriormente. A próxima edição dos Jogos Olímpicos vai ser realizada entre os dias 26 de julho a 11 de agosto.

Leia também: “Ana Paula Henkel critica ‘politização’ do esporte: ‘Temos que proteger a alma olímpica’”

Fonte: R7 – Brasil

Artigos Relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Pesquisar

Últimas Notícias

Categorias