19.6 C
Distrito Federal
sábado, fevereiro 24, 2024

Com Alckmin, Brasil assina declaração conjunta em apoio a presidente eleito da Guatemala

O vice-presidente do Brasil, Geraldo Alckmin, está na Guatemala para participar da posse do presidente eleito daquele país, Bernardo Arévalo. Neste domingo (14), o secretário-geral da Organização dos Estados Americanos (OEA), Luis Almagro, divulgou uma declaração conjunta em apoio ao presidente eleito e também à sua vice, Karin Herrera, que traz o Brasil como signatário.

Alckmin viajou para a Cidade da Guatemala a pedido do presidente Luís Inácio Lula da Silva. Ele representará o Brasil na posse de Arévolo, que ainda não aconteceu por um atraso nos procedimentos do Congresso do país da América Central.

“Acabo de participar, junto com presidentes, chanceleres, representantes de países latino-americanos e europeus e o secretário-geral da OEA, Luis Almagro, de ato em apoio à efetivação da posse de Bernardo Arévalo como presidente da Guatemala, após a realização de uma eleição justa, livre e transparente, acompanhada por observadores internacionais e refletindo a livre manifestação de vontade do povo guatemalteco”, afirmou Alckmin.

Clique aqui e receba as notícias do R7 no seu WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo Telegram
Assine a newsletter R7 em Ponto

“A democracia mostrou sua força na Guatemala, e o respeito pelos resultado sufragado nas urnas beneficia toda nossa região.”, completou.

O social-democrata Bernardo Arévalo foi eleito em segundo turno com 58% dos votos contra 37% da ex-primeira-dama Sandra Torres, que não reconheceu a derrota. Após a confirmação do resultado, ele deu declarações de que recebeu uma ligação do atual presidente, o direitista Alejandro Giammattei, que o parabenizou pelo resultado.

No primeiro discurso após a vitória, Arévalo reiterou a processa de luta contra a corrupção, “para recuperar a confiança no Estado e na democracia”. “O povo da Guatemala falou de maneira contundente, já basta de tanta corrupção”, disse na ocasião.

Leia a íntegra da declaração conjunta em apoio ao novo presidente da Guatemala:

“Declaração em apoio ao presidente Bernardo Arévalo e à democracia a Guatemala

Reunidos na Cidade da Guatemala para a posse presidencial, fazemos um chamado ao Congresso da República a cumprir com seu mandato constitucional de entregar o poder como exige a constituição, no dia de hoje, ao presidente eleito, Bernardo Arévalo, e a sua vice-presidenta, Karin Herrera.

O povo guatemalteco expressou sua vontade democrática em eleições justas, livres e transparentes, avaliadas pela comunidade internacional através de instituições de observação eleitoral. Essa vontade deve ser respeitada.

Em nome de todas as delegações convidadas e representadas em nível de chefes de estado e de governo, vice-presidentes, chanceleres, funcionários de alto nível, secretário-geral da Organização dos Estados Americanos, alto representante da União Europeia, secretário-geral Iberoamericano.

Cidade da Guatemala, 14 de janeiro de 2024″

Fonte: R7 – Brasília

Artigos Relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Pesquisar

Últimas Notícias

Categorias