27.6 C
Distrito Federal
quarta-feira, abril 17, 2024

Cineclube Cortina e Infini, na República, ganham nova carta de coquetéis

Há um eterno movimento de redescobrimento do centro de São Paulo com seus novíssimos bares e os já tradicionais estabelecimentos se reinventando para atrair um público novo e muitas vezes avesso a essa parte da cidade. Nesse cenário, o Cineclube Cortina, misto de bar, restaurante e cinema, e o já conhecido Infini, bar estilo speakeasy do restaurante La Casserole, lançam suas novas cartas de coquetéis.

A poucos passos da famosa Casa do Porco e do recém-inaugurado Parador, o Cineclube Cortina, na República, se inspirou no cinema latino-americano para sua nova carta de drinques. No bar, o drama de “Frida”, filme de 2002 estrelado por Salma Hayek, toma a forma de um coquetel à base de tequila, tajin, uma mistura de sal, pimenta e limão, e soda de tangerina (R$ 45), enquanto o drinque Gabriela (R$ 41), que tem como referência o filme de mesmo nome lançado há 40 anos, combina cachaça Gabriela, xarope de especiarias, abacaxi, grapefruit e canela ainda em brasa sobre o copo.

Os drinques são bastante agradáveis, mas há um certo ar de Paris 6 no batizado desses coquetéis, sendo que as razões de um filme como “Amores Brutos” resultar num drinque bastante adocicado servido numa taça coupe (R$ 57) pode não fazer muito sentido.

Já no largo do Arouche, a poucas quadras do Cortina, o Infini busca atrair um público mais jovem além dos frequentadores já acostumados com o restaurante francês.

O bar é inteiro talhado para as fotos de redes sociais com luzes nas paredes e no teto que acendem ou mudam de cor de acordo com a música do ambiente. Sem perder a excelência do restaurante, os drinques e as comidas chegam perfeitos, um caso raro de bar em que as comidas também são muito bem preparadas, com destaque para o trio de coxinhas de pato (R$ 29) que vem com um molho de pimenta de tamarindo, os já conhecidos cones crocantes recheados com o famoso steak tartare do Casserole (R$ 31) e o sanduíche de aspargos (R$ 29) com os vegetais salteados na manteiga noisette e molho hollandaise servidos no pão brioche.

A carta recém-inaugurada se aproveita de nomes espaciais para lançar releituras de coquetéis bastante conhecidos como é o caso do Cosmos (R$ 39), versão do cosmopolitan, que leva vodca, purê de pera, Luxardo e limão, e ainda é adornado com pera seca, tomilho-limão. O resultado é um drinque leve e cítrico.

O novo cardápio também apresenta drinques como o chamativo Supernova (R$ 47), feito à base de rum, St. Germain, limão siciliano, xarope de açúcar e licor de violeta, enfeitado com flores comestíveis e cubos de gelo iluminados com luzes de LED, um drinque com ares de abajur —a mesa ao lado sempre para para olhar quando chega um desses.

Seja com nomes em versão cinema latino ou em versão “Star Trek”, uma ida ao centro para tomar um bom coquetel pode sempre salvar a noite.


CineClube Cortina
R. Araújo, 62, República, região central

Infini
Largo do Arouche, 346, República, região central


Fonte: Folha de S.Paulo – Gastronomia

Artigos Relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Pesquisar

Últimas Notícias

Categorias