19.6 C
Distrito Federal
segunda-feira, abril 15, 2024

Cãozinho sem coleira surge em salão e cria inesperada história de amor com proprietária

A maquiadora Flávia Pinho é proprietária de um salão de beleza localizado em Belo Horizonte, Minas Gerais.

Ela transforma seu salão em um refúgio para seus clientes, onde não só podem cuidar de sua beleza exterior, mas também encontrar um espaço de acolhimento, autoestima e bem-estar.

No entanto, não são apenas os fregueses que se sentem bem ali, os cães também!

Vira e mexe acontece de um cão perdido aparecer no estabelecimento. Flávia permite que eles entrem e fiquem aguardando o dono aparecer.

Porém, houve uma vez em que um vira-latinha não tinha coleira de identificação, impossibilitando rastrear o dono. No entanto, devido à sua boa aparência, Flávia tinha certeza de que o cão de pelagem preta tinha uma família.

Por isso, ela o deixou deitado em um canto do salão na esperança de que alguém aparecesse para reivindicá-lo.

Esse é um caso que destaca a importância da coleira de identificação para garantir a segurança e o bem-estar dos animais de estimação.

Ela contém informações essenciais, como o nome do animal e o número de telefone do proprietário, que podem ajudar a reunir o pet perdido com sua família em caso de se perderem.

Mesmo cães que não são fujões podem se perder devido a situações imprevistas. Logo, a coleira de identificação é essencial para garantir a proteção e os cuidados adequados aos bichinhos de estimação, proporcionando tranquilidade aos proprietários e facilitando a reunião com seus donos em caso de perda.

Portanto, antes de investir em acessórios sem relevância para o seu pet, invista em uma coleira de identificação!

A sorte desse cãozinho foi encontrar alguém bondoso, disposto a ajudá-lo a reunir-se com sua família.

Durante o tempo que o cachorrinho ficou no salão, Flávia disse que “não esperava viver uma história de amor”.

Ela se apaixonou pelo pet e, pelas câmeras de segurança do estabelecimento, pode-se vê-la sentada no chão, acariciando e abraçando o animal.

Flávia se apegou ao bichinho e, não é para menos, o cachorrinho é lindo e muito carinhoso!

Ela chegou a dar um nome para o peludinho, chamando-o de Claudinho.

Só posso dizer uma coisa: a conexão deles foi intensa!

Flávia fez um compilado dos momentos dela com o cachorrinho durante sua estadia no salão e compartilhou em seu perfil do TikTok, acumulando mais de 17 mil visualizações.

Alguns internautas, nos comentários, declararam torcer para que Flávia tivesse adotado o vira-latinha. Outros acharam a situação muito fofa. E alguns estavam na expectativa de que o pet tivesse retornado para o dono.

“Eu acredito em almas que foram destinadas umas às outras, e me parece que ele te escolheu”, escreveu um tiktoker.

Confira:

Siga Flávia Pinho nas redes sociais, clicando aqui.

Você tem uma história fofa, engraçada ou emocionante sobre o seu animal de estimação? Envie para nós! Ele pode virar matéria aqui no nosso site e até ficar famoso!

Enviar história do meu pet!

Veja também este vídeo:

O que aconteceu com Cleitinho Fubá e as gangues dos caramelos do Sul e do Norte?

Fonte: R7 – RPet

Artigos Relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Pesquisar

Últimas Notícias

Categorias