26.6 C
Distrito Federal
terça-feira, maio 28, 2024

Anvisa proíbe a venda de coletor menstrual irregular

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) proibiu a venda do coletor menstrual Pop, da empresa Eco Ltda, na última quarta-feira, 3. O órgão também fez o recolhimento dos produtos.

O coletor menstrual é vendido como uma versão mais econômica para o uso durante a menstruação.

A decisão foi publicada no Diário Oficial da União. Ali a agência informa que o recolhimento ocorreu com base em uma investigação, que apontou que o produto não seguiu os ritos de regularização obrigatório da Anvisa. Além disso, o coletor não possuía registro no Ministério da Saúde e estava sendo comercializado irregularmente.

+ Leia mais notícias sobre Brasil em Oeste

De acordo com a Anvisa, a empresa fabricante do coletor menstrual, Eco, não tem autorização para a fabricação de produtos de higiene pessoal, cosméticos nem perfumes. Ela estava utilizando o número de processo pertencente a outra marca famosa no segmento, a Fleurity.

A investigação identificou que a rotulagem do item apresentava número de processo incorreto, que estava associado à empresa Brasquil Química Brasileira Ltda.

A empresa fazia a venda do produto por um preço mais acessível que as outras marcas, cerca de R$ 30, equivalente à metade do valor que a concorrência. O Pop era um dos mais vendidos da companhia, mas utilizava o nome da marca concorrente — porém, em letra minúscula.

Leia também: “Governo lança programa de absorventes para ‘pessoas que menstruam’”

“Com fleurity você vai esquecer que está naqueles dias”, informa anúncio da empresa Eco, na internet.

Como o produto funciona?

coletor menstrual
O coletor menstrual é uma opção aos absorventes para colher o sangue da menstruação | Foto: Divulgação/Wikipédia

O coletor menstrual foi criado nos anos de 1930, mas se popularizou apenas na última década. Ele é uma opção aos absorventes para colher o sangue da menstruação. O coletor é produzido de silicone e é introduzido no canal vaginal.

O sangue não é absorvido pela estrutura, como nos absorventes. Eles apenas armazenam o líquido que pode ser descartado no vaso sanitário.

Leia mais: “O drama das manifestantes presas em Brasília”

O coletor também armazena até duas vezes mais sangue que os produtos convencionais. Isso possibilita o uso por um período de até 12 horas seguidas.

Durante o período menstrual, o produto deve ser higienizado com sabonete neutro. Depois do período, deve-se ferver o coletor na água por dez minutos para limpeza.

Fonte: R7 – Brasil

Artigos Relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Pesquisar

Últimas Notícias

Categorias