22.6 C
Distrito Federal
quinta-feira, maio 30, 2024

“Advogado repassou as conclusões da investigação de Horner para a Red Bull”

Christian Horner

A investigação independente sobre o chefe da equipe Red Bull Racing, Christian Horner, está mantendo o mundo da Fórmula 1 em suspense. Embora nenhum resultado tenha sido anunciado ainda, mais detalhes estão surgindo. Por exemplo, Bernie Ecclestone teria aconselhado Horner a renunciar, mas ele continua a alegar sua inocência.

De acordo com o site F1-Insider.com, o trabalho do advogado independente foi concluído e as conclusões foram repassadas à Red Bull. Nada se sabe sobre seu conteúdo.

No entanto, o meio de comunicação alemão sugere que a funcionária que fez as acusações é alguém da gestão intermediária. Diz-se que a pessoa em questão se sentiu pressionada de uma “maneira inconsistente com os padrões morais modernos”.

É importante notar que Horner é inocente até que sua culpa seja provada. Anteriormente, havia rumores de que o ex-chefe da F1, Bernie Ecclestone, atuou como conselheiro de Horner: de acordo com o F1 Insider, ele aconselhou o chefe de equipe a renunciar para evitar maiores danos a si mesmo e à sua família.

Enquanto isso, a Liberty Media também estaria pressionando a Red Bull. Diz-se que o CEO da F1, Stefano Domenicali, ligou para Mark Mateschitz, filho do cofundador da Red Bull, Dietrich Mateschitz, a pedido do detentor dos direitos do esporte nos EUA. Se possível, a equipe de F1 desejará que a investigação seja concluída antes do lançamento do RB20 em 15 de fevereiro.

Fonte: R7 – Automobilismo

Artigos Relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Pesquisar

Últimas Notícias

Categorias