19.6 C
Distrito Federal
terça-feira, março 5, 2024

Campanha da Mercedes contra os quiques beneficiou a Red Bull

Mercedes e Red Bull

A Red Bull destacou que as mudanças implementadas para combater os quiques durante a temporada 2022 ajudaram seu desempenho.

Sua rival Mercedes foi uma das várias equipes que sofreram quiques dramáticos nas retas em meio à introdução do novo regulamento técnico.

A Red Bull entrou na nova era da Fórmula 1 com uma vantagem sobre o grid e conquistou dois campeonatos consecutivos, vencendo 86% de todas as corridas realizadas nas últimas duas temporadas.

Falando à Racecar Engineering, Ben Waterhouse, chefe de engenharia de performance da Red Bull, admitiu que a equipe não esperava tal vantagem quando as regras foram introduzidas.

“Se recuarmos quase dois anos, o importante era como entendemos essas novas regras, como otimizamos todos os diferentes parâmetros?” disse ele.

“Mas ainda há um grande número de incógnitas. Sim, você sabe algo sobre os pneus. Sim, você tem uma ideia de como serão os mapas aerodinâmicos, mas nunca tem certeza até ver na realidade”.

A Red Bull venceu 17 corridas durante a campanha de 2022, com Verstappen garantindo seu segundo título mundial.

Tendo aplicado o aprendizado de seu RB18 no carro do ano passado, a Red Bull desfrutou de um ano ainda mais dominante ao garantir todas as vitórias, exceto uma.

“Tendo passado a temporada inteira com o RB18, sabíamos que era um carro muito bom, mas também tinha várias limitações”, continuou Waterhouse.

“Isso significava que tínhamos um foco muito claro no que queríamos fazer para melhorá-lo. O RB19 começou em uma posição bem melhor”.

“Não é nenhum segredo que o RB18 começou com excesso de peso e até certo ponto continuou assim ao longo da temporada. De qualquer forma, havia tempo de volta livre no RB18, o que percebemos no RB19”.

A FIA promoveu uma série de mudanças para impedir que os quiques continuassem, incluindo a elevação das bordas do assoalho e da garganta do difusor.

A Mercedes foi a equipe que mais exerceu pressão pelas mudanças, mas Waterhouse afirmou que as novas regras beneficiaram o carro da Red Bull.

“No RB18, havia problemas com as bordas do assoalho tocando regularmente no solo, por exemplo”, disse Waterhouse.

“Houve danos nos componentes do assoalho. Então, acho que não foi um desastre da nossa parte ter de levantar a borda do assoalho para evitar esse tipo de detalhe”.

“Além disso, claro, você entra em uma área menos sensível da perspectiva aerodinâmica quando não está interagindo tão de perto com o solo”.

“Do nosso ponto de vista, não sentimos que éramos os piores em termos de quiques, mas talvez não tenhamos explorado tanto o contato do assoalho com o chão. Portanto, acho que não foi um detalhe tão ruim para nós”.

Fonte: R7 – Automobilismo

Artigos Relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Pesquisar

Últimas Notícias

Categorias