Campanha de vacinação contra a pólio termina nesta sexta-feira
Mercado financeiro reduz projeção da inflação de 6% para 5,88%
Ninguém acerta as seis dezenas e Mega-Sena acumula em RS 200 milhões
Fuvest prorroga inscrições do vestibular
BC estabelece limite de cobrança de taxas nas máquinas de cartão

Vasco realiza encontro com pais e responsáveis de atletas

Lance

Lance Lance

O Departamento de Futebol de Base do Vasco se reuniu, nesta segunda-feira, com pais e responsáveis de atletas das categorias Sub-7 até Sub-10 (etapa de iniciação e Sub-11 até Sub-14 (etapa de desenvolvimento). A ideia do encontro foi para apresentar aos familiares todo o trabalho desenvolvido junto com os Meninos da Colina acerca de visão, missão, valores e os pilares na formação de atletas.

> Queda de rendimento de Nenê faz crescer expectativa por Palácios

– Nós realizamos uma reunião de apresentação geral das categorias de base do Vasco da Gama, onde a gente convidou os pais das categorias Sub-7, 8, 9 e 10, que no processo de formação é etapa de iniciação. Também fizemos uma reunião com os pais dos atletas das categorias Sub-11, 12, 13 e 14, que é etapa de desenvolvimento. Mostramos um pouco do nosso trabalho, sobre qual é a nossa visão, nossa missão e valores, sobre os pilares das categorias de base – disse Rodrigo Dias, gerente geral da base.

Rodrigo também explicou aos familiares, quais seriam os três pilares nesta formação dos jogadores. O processo começa na identificação do talento. Depois passa pelo desenvolvimento por meio dos treinamentos e é finalizado nos torneios, onde são avaliados por profissionais, que trabalham nas categorias de base do clube.

– Tudo começa com a identificação do talento, através do Futsal, da Captação ou da Análise de Mercado. No segundo pilar a gente desenvolve esse talento, através dos treinamentos, ministrando conteúdos e conceitos de jogo. Não só o treino propriamente dito em campo e quadra, mas também toda e qualquer intervenção de qualquer um dos nossos profissionais dentro do departamento de futebol de base. E o terceiro pilar é a competição. Que é a “prova” para o atleta. É a melhor maneira da gente avaliar os conteúdos que foram ministrados no treinamento – informa Rodrigo.

Fonte: R7 – Esportes

Compartilhe este conteúdo!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.