Economia Vendas do comércio crescem 0,4% de setembro para outubro, diz IBGE
Sonho de Copa: filha usa camisa autografada do Brasil pentacampeão em 2002 para ajudar a mãe se reerguer
POPHAUS: O MAIOR PARQUE DE INFLÁVEIS DA AMÉRICA LATINA CHEGA A BRASÍLIA
Safra de grãos 2022/23 é estimada em 312,2 milhões de toneladas
Atleta patrocinado por empresa de Brasília compete hoje (8) na 4ª edição do Desafio Delta do Parnaíba/Ultra

Nadal vence Medvedev e conquista na Austrália 21º título da carreira

Espanhol se torna o único detentor do recorde de títulos de 'majors'

Espanhol se torna o único detentor do recorde de títulos de ‘majors’ REUTERS/Asanka Brendon Ratnayake

O tenista Rafael Nadal conquistou o histórico 21º título de Grand Slam ao derrotar o russo Daniil Medvedev na final do Aberto da Austrália, neste domingo (30), em disputa que durou 5 horas e 24 minutos. 

Aos 35 anos, o espanhol se torna assim o único detentor do recorde de títulos de ‘majors’ no tênis masculino (Australian Open, Roland Garros, Wimbledon e US Open), que dividia até este domingo com o suíço Roger Federer e o sérvio Novak Djokovic.

Nadal também se torna o segundo tenista da era Open, o quarto na história, a ter conquistado cada um dos quatro grandes torneios pelo menos duas vezes. Uma façanha alcançada por Djokovic no ano passado, quando conquistou Roland Garros pela segunda vez.

Apenas três mulheres ostentam mais títulos de Grand Slam que o espanhol: Margaret Court (24), Serena Williams (23), Steffi Graf (22).

Em termos de jogos vencidos, o Aberto da Austrália é o segundo melhor ‘major’ para Nadal (atrás de Roland Garros), mas o que lhe deu o menor número de títulos. Ele venceu duas vezes (2009 e 2022) em seis finais disputadas, enquanto Djokovic venceu todas as 9 finais que jogou em Melbourne. Os dois tenistas jogaram a final mais longa do torneio na Austrália em 2012, quando o sérvio venceu em 5 horas e 53 minutos.

Esta final em Melbourne entre Medvedev e Nadal seria uma revanche da que foi vencida pelo espanhol contra o russo no US Open de 2019.

Com mais experiência em finais, Medvedev levou os dois primeiros sets, mas Nadal não desanimou e reagiu vencendo todos os três sets seguinte e garantindo assim o título e o recorde.

Fonte: R7 – Esportes

Compartilhe este conteúdo!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *