Drenar-GDF-300x250-GIF
Programa oferece até R$ 21 mil de crédito para empreendedores negros
Governo lança programa para reduzir filas no sistema de saúde
UNE quer construir agenda com reivindicações ao governo federal
Anvisa fará webinar sobre novas regras de reprodução humana assistida
Mercado financeiro eleva projeção da inflação de 5,74% para 5,78%

Mulher é presa suspeita de matar idoso dentro de fábrica têxtil

Paulo Eduardo Dias
SÃO PAULO, SP

A polícia prendeu uma mulher, de 44 anos, suspeita de matar um idoso, em Sumaré (126 km de SP). O homem, que tinha 70 anos, foi morto dentro de uma tecelagem na madrugada de segunda-feira (11). De acordo com o boletim de ocorrência, ambos mantinham um relacionamento.

Segundo o documento, policiais militares atenderam a um chamado para rua João Bravo, no Jardim São Roque, e, ao chegarem no local, o homem era socorrido por uma equipe do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência). O documento policial aponta que havia sangue espalhado por “vários lados e havia indícios de que o crime foi com brutalidade”. A polícia não disse como o idoso foi morto.

Indagado, o dono da tecelagem contou que a vítima era seu amigo e que trabalhava como segurança do imóvel, além de morar em um dos cômodos da empresa. O homem ainda detalhou que o idoso mantinha uma espécie de relacionamento com a mulher, que morava nas proximidades.

Assim que localizada pela polícia, a mulher negou ter se encontrado com a vítima naquela madrugada. No entanto, um homem que morava com ela, disse que a suspeita não havia dormido em casa naquela noite. No local do crime, os policiais encontraram um par de brincos, que a detida negou ser dela, mas novamente teria sido desmentida pelo homem que mora com ela. O caso foi registrado como homicídio qualificado pelo plantão da Delegacia de Sumaré.

O post Mulher é presa suspeita de matar idoso dentro de fábrica têxtil apareceu primeiro em Jornal de Brasília.

Fonte: R7 – Brasil

Compartilhe este conteúdo!

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *