22.6 C
Distrito Federal
quinta-feira, maio 30, 2024

Lula destaca feitos de Zagallo com a Seleção Brasileira de Futebol e relembra superstições do ídolo – Notícias

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva prestou homenagens ao ídolo do futebol brasileiro Mário Jorge Lobo Zagallo, que faleceu aos 92 anos nesta sexta-feira (5). Em uma postagem nas redes sociais, Lula lembrou da relação do Velho Lobo, como o ex-jogador era conhecido no mundo do esporte, com a Seleção Brasileira de Futebol. ” O único a participar de quatro conquistas mundiais, dirigiu o maior time de futebol da história, a seleção brasileira de 1970″, destacou. O presidente também lembrou da relação de Zagallo com o número 13, que era usado para justificar as conquistas dentro e fora dos campos.


Em uma postagem nas redes sociais, Lula prestou as solidariedades para familiares, amigos e admiradores. “Corajoso, dedicado, apaixonado e supersticioso, Zagallo era exemplo de brasileiro que não desistia nunca. É essa lição e espírito de carinho, amor, dedicação e superação que ele deixa para todo o nosso país e para o futebol mundial.”

O Ministério do Esporte também divulgou um comunicado oficial lamentando da perda do “maior campeão mundial da história do futebol”, como o ex-jogador, ex-técnico e ex-coordenador técnico foi descrito. “Nesse momento de tristeza e ao mesmo tempo de reverência, manifestamos pesar e desejamos conforto aos amigos, familiares e torcedores”, completa o texto.

Já o ministro André Fufuca ressaltou que o país se despede de “uma das maiores lendas do futebol brasileiro”. “Agradecemos por sua contribuição em mudar a história do nosso país e por ajudar a transformar o Brasil no país do futebol”, completou.

Outras reações

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino, recém-aprovado para ocupar uma cadeira no Supremo Tribunal Federal (STF), também se manifestou nas redes sociais. “Timaço do título mundial de 1958 está todo reunido no céu”, relembrou.

A CBF também relembrou o legado do ídolo do futebol e suas atuações no Flamengo e no Botafogo, times rivais do Rio de Janeiro. A homenagem também destacou a relação de Zagallo pela ‘amarelinha’, como chamava a camisa da seleção.

“Multicampeão pelas equipes e reconhecido por sua inteligência tática, Zagallo se tornou peça chave da Seleção Brasileira. Na copa de 58, vencida por 5 a 2 sobre a Suécia, ele marcou o quarto gol do Brasil no jogo. Ao todo, foram 34 partidas e cinco gols com a Amarelinha.”

O presidente da confederação, Ednaldo Rodrigues, decretou luto de sete dias em homenagem à memória do seu eterno campeão e se compromete em reverenciar o seu legado. “Em 2022, inauguramos uma estátua em homenagem ao eterno campeão no Museu da CBF e não esqueceremos da emoção que compartilhamos”, acrescentou.

Zagallo, o “Velho Lobo”

Mário Jorge Lobo Zagallo morreu na noite desta sexta, aos 92 anos. A notícia foi confirmada na página oficial do ídolo do Botafogo e da seleção nas redes sociais.

“É com enorme pesar que informamos o falecimento de nosso eterno tetracampeão mundial Mario Jorge Lobo Zagallo. Um pai devotado, avô amoroso, sogro carinhoso, amigo fiel, profissional vitorioso e um grande ser humano. Ídolo gigante. Um patriota que nos deixa um legado de grandes conquistas. Agradecemos a Deus pelo tempo que pudemos conviver com você e pedimos ao Pai que encontremos conforto nas boas lembranças e no grande exemplo que você nos deixa”, diz o comunicado.

Fonte: R7 – Brasília

Artigos Relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Pesquisar

Últimas Notícias

Categorias