Inflação para famílias de renda mais baixa cai 0,60%
IPCA tem deflação de 0,68% em julho, menor taxa da série histórica
Anvisa proíbe uso do fungicida carbendazim em produtos agrotóxicos
Caminhoneiros recebem auxílio com parcela dobrada
Estudo mostra alta da pobreza em regiões metropolitanas

Itamaraty diz acompanhar caso de jogador brasileiro retido na Ásia

Jogador brasileiro revela ameaça na Indonésia

Jogador brasileiro revela ameaça na Indonésia Reprodução

O drama do jogador brasileiro Alex dos Santos Gonçalves, que está retido desde outubro na Indonésia sem permissão para deixar o país, pode se estender sem uma solução neste fim de ano. Com passagem pelo Grêmio e Internacional, Alex teve o passaporte apreendido depois de denunciar à Fifa o clube pelo qual jogava, o Persikabo, ao ter 75% do salário cortado por causa da pandemia, sem nenhuma negociação prévia.

O comunicado da polícia sobre a retenção do passaporte vence no próximo dia 27, mas pode ser prorrogado por mais 20 dias. Procurado pelo R7, o Itamaraty informou que “acompanha o caso desde outubro passado e tem prestado toda a assistência cabível” ao jogador, mas não detalhou que ações foram adotadas para tentar a liberação de Alex.

Em uma nota lacônica, o Itamaraty alega que, “em atendimento ao direito à privacidade e em observância ao disposto na Lei de Acesso à Informação e no decreto 7.724/2012”, só pode dar informações detalhadas sobre o caso com a autorização das partes.

Em entrevistas a veículos de comunicação, a mulher do jogador, Priscila Gonçalves, diz não ter informações das autoridades do país sobre a situação do marido e afirma que o governo brasileiro tem feito pouco em relação ao caso. Segundo ela, o presidente Jair Bolsonaro teria dito na semana passada que a embaixada brasileira no país asiático buscava junto às autoridades indonésias uma solução para o caso, mas nada mudou desde então.

Fonte: R7 – Brasília

Compartilhe este conteúdo!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.