Inflação para famílias de renda mais baixa cai 0,60%
IPCA tem deflação de 0,68% em julho, menor taxa da série histórica
Anvisa proíbe uso do fungicida carbendazim em produtos agrotóxicos
Caminhoneiros recebem auxílio com parcela dobrada
Estudo mostra alta da pobreza em regiões metropolitanas

Corinthians atinge superávit de R$ 2 milhões no primeiro semestre e mira meta de arrecadação

Lance

Lance Lance

O Corinthians fechou o primeiro semestre de 2002 com superávit de R$ 2 milhões.

+ Com Fausto Vera, Corinthians chega a 16 reforços na gestão de Duílio; relembre as contratações

Ainda que o valor não seja expressivo, ele é comemorado nos bastidores do clube alvinegro, já que significa o terceiro semestre consecutivo com as contas no azul – o período corresponde ao tempo que a gestão atual está à frente da instituição.

A informação ainda não foi oficializada pelo Timão, mas o balancete está em análise pelo Conselho Fiscal corintiano. A expectativa é que nos próximos dias ele seja apresentado ao Conselho de Orientação (Cori).

+ Confira a tabela do Brasileirão e simule os próximos jogos

ARRECADAÇÃO

A ideia das pessoas que gerem o Corinthians é terminar o ano com um superávit de R$ 10 milhões.

Como as principais fontes de receitas, como os direitos de televisão e premiações dos campeonatos, estão concentradas no segundo semestre a possibilidade de que o clube alvinegro atinga essa meta é grande.

O fato do Timão ter lucrado cerca de R$ 100 milhões em venda de atletas na primeira metade do ano é fundamental para a projeção financeira da equipe.

A ideia era de que o time do Parque São Jorge lucrasse R$ 91 milhões nos 12 meses de 2022, mas com as vendas de Éderson, Gabriel Pereira e, mais recentemente, João Victor, para Salernintana-ITA, New York City-EUA e Benfica-POR, respectivamente, o clube conseguiu alcançar a marca na metade do tempo previsto.

Com isso, existe a chance da diretoria ‘esticar um pouco mais a corda’ nesse sentido e arrecadar uma quantia maior com vendas no segundo semestre.

Essa possibilidade passa por uma possível negociação do zagueiro Robert Renan, de 18 anos, que atrai o interesse do futebol inglês.

Vivo nas competições mata-mata que disputa – Copa do Brasil e Libertadores – e atual vice-líder do Campeonato Brasileiro, a expectativa no Corinthians também é de um recorde de arrecadação, que gira em torno de R$ 600 e R$ 700 milhões.

A informação sobre a projeção foi publicada inicialmente pelo portal ‘Meu Timão’ e confirmada pelo LANCE!.

Caso isso se confirme, esse ano será o melhor da história corintiana em relação a entradas financeiras. O recorde é da temporada passada, quando a arrecadação foi de R$ 502,6 milhões.

ENDIVIDAMENTO

De acordo com informações obtidas pelo LANCE!, pouca coisa mudou em relação ao endividamento global corintiano, que ainda gira em torno de R$ 900 milhões e R$ 1 bilhão.

No ano passado, houve uma redução aproximada em 4%, com a queda de R$ 949 para 912 milhões. Porém, a taxa básica de juros, de 13,25%, e os gasto em R$ 80 milhões em despesas financeiras pode fazer com que o valor total da dívida corintiana fique estagnado.

TRANSPARÊNCIA

Após o balancete ser analisado pelo Conselho Fiscal e apresentado ao Cori, o Corinthians pretende publicá-lo no site oficial do clube para domínio público.

Fonte: R7 – Esportes

Compartilhe este conteúdo!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.