24.6 C
Distrito Federal
sábado, abril 20, 2024

Doação de sangue 2024. Todo doador é sangue bom.

Caso Choquei: documentário explosivo desmascara ligações sombrias de agência de marketing com fofocas virais

Na última segunda-feira (1), o empresário Daniel Penin lançou um documentário intitulado “Choquei – Lacrando Vidas”. Este filme, que alcançou rapidamente mais de 1 milhão de visualizações no YouTube, busca desvendar as operações da agência Mynd8 e suas ligações com perfis de fofoca nas redes sociais. Logo após a divulgação do documentário, o site da Mynd8 tornou-se inacessível, levantando questões sobre o impacto do filme na imagem pública da agência.

Foto: divulgação

O documentário ganha uma relevância especial no contexto da morte trágica de Jéssica Vitória Canedo, uma jovem de 22 anos que cometeu suicídio após ser difamada por perfis de fofoca, incluindo Garotx do Blog e Choquei. Estes perfis publicaram notícias falsas insinuando um relacionamento entre Jéssica e o humorista Whindersson Nunes. Jéssica, já lutando contra a depressão, teve sua saúde mental ainda mais prejudicada pelos ataques.

Antes deste incidente trágico, o site da Mynd8 continha uma seção específica para páginas de fofoca, o que sugere uma relação próxima com esses perfis. Esta associação levanta preocupações sérias sobre o papel da Mynd8 na disseminação de informações difamatórias e os impactos negativos na vida das pessoas.

O caso também chamou a atenção do deputado federal Daniel Freitas (PL-SC), que apresentou denúncias ao Supremo Tribunal Federal (STF), Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e à Procuradoria-Geral da República (PGR). As denúncias visam investigar as supostas ligações da Mynd com o perfil Choquei no X, anteriormente conhecido como Twitter. Freitas também solicitou a quebra dos sigilos bancário e telemáticos dos responsáveis pela agência.

A Mynd negou qualquer envolvimento editorial com o Choquei, afirmando que sua função se limita à intermediação de venda de publicidade em perfis nas redes sociais.

Além disso, foi revelado que a Mynd8 esteve envolvida em contratos com o governo brasileiro, totalizando mais de R$ 1 milhão entre 2014 e 2023. A agência teve uma presença mais significativa nos governos de Michel Temer e Dilma Rousseff, enquanto sua atuação foi mais pontual na gestão de Jair Bolsonaro e no primeiro semestre do mandato de Luiz Inácio Lula da Silva em 2023.

Este caso destaca a necessidade urgente de maior responsabilidade e transparência no gerenciamento e moderação de conteúdo nas redes sociais, dada a potencial devastação que informações falsas e difamatórias podem causar a indivíduos vulneráveis

Fonte: curtamais.com.br

Artigos Relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Pesquisar

Últimas Notícias

Categorias