Drenar-GDF-300x250-GIF
Construção civil de alto padrão acredita no crescimento do mercado em 2023
DA DESISTÊNCIA DA AÇÃO DE MANDADO DE SEGURANÇA A QUALQUER TEMPO, RECENTE DECISÃO DO STJ
GDF cria grupo de trabalho para modernizar sistemas de gestão de saúde
Fachin prorroga prazo para plano de proteção de indígenas isolados
Estudo encontra dez novas espécies de leguminosas

Aparelho implantado no crânio pode ajudar a tratar distúrbios 

Um pequeno dispositivo eletrônico colocado sob a pele que cobre o crânio, ilumina neurônios no cérebro para estimular ou suprimir sua atividade, abrindo a porta para novos tratamentos para dor crônica, depressão, epilepsia e vícios

Essa ferramenta optogenética utiliza lâmpadas LED de microdimensionamento, que produzem flashes de luz vermelha de alta intensidade e o seu feixe é tão potente que equivale a iluminar o cérebro “com uma pequena lanterna de alta tecnologia”, segundo o engenheiro biomédico Philipp Gutruf, que lidera a equipe de pesquisa

Esse controle neuronal geneticamente dirigido “é feito com proteínas microbianas chamadas opsinas em conjunto com um procedimento chamado entrega viral, visando grupos específicos de neurônios”, explica Gutruf

O dispositivo sem fio, desenvolvido na Universidade do Arizona, é fino e pequeno, e fornece luz para neurônios previamente sensibilizados através do crânio, sem a necessidade de perfurar o osso ou penetrar no tecido cerebral

Implantado logo abaixo da pele da cabeça, este dispositivo sem fio e sem bateria é tão fino quanto uma folha de papel e tem cerca de metade do diâmetro de uma moeda, e permitirá aos pesquisadores chegar perto de novos tratamentos para vários distúrbios neurológicos e problemas psicológicos

Compartilhe este conteúdo!

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *