20.6 C
Distrito Federal
sábado, abril 13, 2024

Taiwan elege partido que é contra unificação da ilha com a China 

O candidato Lai Ching-Te, representante do Partido Democrático Progressista (PDP), foi eleito presidente de Taiwan neste sábado, 13. Atual vice-presidente da ilha, Lai vai suceder a presidente Tsai Ing-wen. O PDP está no poder desde 2016.

Segundo a Comissão Eleitoral Central, Lai conquistou 40,05% dos votos válidos, enquanto seu principal adversário, Hou Yu-ih, do partido Kuomintang (KMT), obteve 33,49%. O candidato do partido de oposição reconheceu a derrota.

+ Leia mais notícias do Mundo na Revista Oeste

Lai defende a autonomia de Taiwan em relação à China, que considera a ilha como parte de seu território, na forma de uma província dissidente. Ele também enfatiza a importância de fortalecer as relações com os Estados Unidos e o Japão.

Em seu discurso depois da vitória, Lai declarou seu compromisso em “proteger Taiwan das ameaças e intimidações da China”. Ele destaca que os resultados refletem que Taiwan “continuará a caminhar lado a lado com democracias de todo o mundo”.

Quem é o novo presidente de Taiwan

Lai Ching-Te, também conhecido como William Lai, tem 64 anos, é médico e ocupa o cargo de vice-presidente desde 2020. Possui mestrado em saúde pública pela Universidade de Harvard.

Lai abandonou a medicina em 1996 para entrar na política. Ele foi eleito representante de Tainan para o Yuan Legislativo em 1998, e serviu quatro mandatos consecutivos até 2010. 

+ EUA planejam enviar delegação a Taiwan depois de eleições

Foi primeiro-ministro de Taiwan de 2017 a 2019. Então, aceitou ser candidato a vice-presidente da ilha na chapa de Tsai Ing-wen pelo PDP.

O partido é favorável à independência de Taiwan. No entanto, segundo o jornal britânico The Guardian, o presidente eleito prometeu manter o equilíbrio com a China.

Conflito entre a China e Taiwan

taiwan eleição presidente china
China considera a ilha de Taiwan como parte de seu território | Foto: Reprodução/Wikimedia Commons

As tensões entre Taiwan e China persistem devido às diferenças fundamentais nas suas visões políticas. Taiwan é uma ilha autogovernada, mas a China considera Taiwan parte de seu território e tem afirmado reiteradamente sua intenção de reunificar o país, pela força, se necessário.

Leia também: “Ano de 2024 terá eleições capazes de definir conflitos globais”

Fonte: R7 – Internacional

Artigos Relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Pesquisar

Últimas Notícias

Categorias