20.6 C
Distrito Federal
sábado, julho 20, 2024

Renato surpreende e Pepê pode virar zagueiro no Grêmio

Em jogo realizado no último sábado (2), Renato Portaluppi aproveitou a goleada do Grêmio sobre o Guarany de Bagé para testar novas configurações táticas no time tricolor. Além de experimentar posicionamentos inéditos para alguns jogadores, o técnico explorou diferentes estratégias de jogo ao longo da partida.

O time, que vinha atuando no esquema 4-1-4-1 com quatro volantes, retomou seu sistema preferido, o 4-2-3-1. Neste esquema, Villasanti e Pepê cumpriram as funções de volantes, enquanto Cristaldo retornou ao campo como meia armador, atuando por trás do estreante Diego Costa. Pavon teve sua estreia como titular na extrema direita, ao lado de Gustavo Nunes, que completou o setor ofensivo pelo lado esquerdo.

Reajustes na saída de bola

As novidades não se limitaram à escalação dos jogadores. Renato Portaluppi também introduziu novas dinâmicas de jogo, como o posicionamento de Villasanti entre os zagueiros na saída de bola, proporcionando maior liberdade aos laterais João Pedro e Reinaldo para avançar simultaneamente. Com seis jogadores pressionando a defesa adversária, o Grêmio conseguiu dominar o campo e construir jogadas mais ofensivas.

Na segunda etapa da partida, após estabelecer uma vantagem de 3 a 1 no placar, Renato começou a realizar as primeiras substituições. Modificou a defesa trocando Reinaldo por Mayk e realizou duas trocas no meio-campo, substituindo Cristaldo e Villasanti por Du Queiroz e Dodi, respectivamente. Posteriormente, após o quarto gol do time, Kannemann e Diego Costa deram lugar a Nathan Fernandes e JP Galvão.

Nova função para Pavon

Durante essas trocas, Renato testou novas funções para dois jogadores. Pavon, por exemplo, atuou na posição de meia central, uma novidade para o atleta. Esse teste pode estar prevendo estratégias para a volta de Soteldo, permitindo o melhor aproveitamento de Pavon e Gustavo Nunes. Nesse sentido, Renato destacou a importância de jogadores versáteis, que possam desempenhar mais de uma função em campo, permitindo uma maior flexibilidade e diversidade nas estratégias de jogo.

Renato Portaluppi considera que as experiências realizadas neste jogo contribuirão para a montagem das estratégias para os próximos confrontos do Grêmio. A versatilidade dos jogadores, especialmente em um elenco amplo e diverso como o do time tricolor, é um dos elementos que fazem a diferença na hora de superar os adversários em campo.

Fonte: R7 – Futebol

Artigos Relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Pesquisar

Últimas Notícias

Categorias