19.6 C
Distrito Federal
terça-feira, março 5, 2024

Pitbull tem a melhor reação quando ave se aproxima e começa a latir

Talvez Ruby, uma cadela da raça pit bull, só quisesse descansar um pouco. Mas com uma pega-australiana (ave que é parente distante dos corvos) latindo sem parar, fica difícil.

Não, você não leu errado!

Aparentemente, a cadela almejava a tranquilidade, mas a ave queria mesmo era latir para Ruby.

Quando a paciência já estava beirando o limite, a pit bull apenas deu um latido forte, como se dissesse “chega!”.

Então Molly, a pega-australiana, sossegou. Bem, na verdade ela parou de imitar os latidos, porque “sossegar” não foi o que aconteceu exatamente.

Instantes depois, a ave já estava importunando a cadela novamente. A coitada da Ruby só queria deitar no tapete, mas Molly achou super divertido ficar cutucando a pit bull.

Por incrível que pareça, Ruby não demonstra nenhum comportamento hostil, além da legítima cara de uma irmã mais velha que precisa aturar as brincadeiras da caçula “xarope”… até porque essa é, exatamente, a situação das duas.

Mais uma vez, você não leu errado! Hahaha. Já vou explicar essa história, mas antes, veja o vídeo de Molly latindo:

Ruby é irmã de Molly e as duas são filhas de Peggy. Peggy é uma cadela pitbull que ficou famosa no passado por ter adotado a ave como sua filha. Inclusive, nós já publicamos essa história aqui.

Tudo começou quando Juliette Wells, tutora das “meninas”, estava passeando com Peggy e encontrou uma pega filhote, desacordada no chão.

Naquele momento a mulher soube que lutaria pela vida daquele animal indefeso.

Juliette entrou em contato com um especialista de vida selvagem e pediu orientações sobre como cuidar da pequena ave.

Enquanto Molly se recuperava, Peggy ficou o tempo todo ao lado dela. A cada dia que passava, as duas se tornavam mais próximas.

Embora a família tenha tentado incentivar a pega-australiana a retornar à natureza, Molly já estava profundamente ligada à família, especialmente a Peggy.

O amor entre a pit bull e a pega-australiana era tão forte que Peggy começou a produzir leite, um gesto notável que surpreendeu a todos.

“É loucura pensar que isso poderia acontecer, mas apenas mostra o vínculo incrível delas”, disse a mulher em entrevista ao Daily Mail.

Por isso, hoje Molly é “bilíngue” e sabe latir. Hoje a família vive em harmonia e você pode acompanhar a rotina delas no Instagram.

Pegas-australianas: aves “poliglotas”

Por mais inusitado que pareça, não é incomum uma pega-australiana imitar o som de outros animais.

Conforme informações do Museu Australiano, a ave pode imitar o som de mais de 35 espécies de aves nativas, assim como cachorros, cavalos e até mesmo humanos.

O “idioma primário” das pegas é uma melodia alta e aguda, semelhante a uma flauta, geralmente executada em grupos.

Veja também o vídeo:

Esses cães e gatos estranhos estão assustando as pessoas

Fonte: R7 – RPet

Artigos Relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Pesquisar

Últimas Notícias

Categorias