22.6 C
Distrito Federal
terça-feira, julho 16, 2024

Nos EUA, ex-professora toma atitude INESPERADA e surpreende; saiba mais

No bairro do Bronx, em Nova York, uma situação inusitada aconteceu na última semana: a Albert Einstein College of Medicine agora oferecerá ensino gratuito a todos os alunos.

Esse feito foi possível graças a uma doação de US$ 1 bilhão (R$ 5 bilhões) da Sra. Ruth Gottesman, ex-professora e atual presidente do conselho da instituição.

Veja também

A doação não apenas representa um feito histórico, mas proporcionará oportunidades educacionais sem precedentes para os futuros profissionais de Medicina na região.

A professora fez uma doação tão expressiva que é uma das maiores já vistas nos Estados Unidos para uma escola.

Ela, inclusive, é famosa por criar ferramentas que ajudam a descobrir problemas de aprendizagem em crianças e também por começar um programa para ensinar adultos a ler e escrever.

Aos 93 anos, a Sra. Gottesman é viúva do bilionário investidor David “Sandy” Gottesman. O casal sempre foi apoiador da faculdade de medicina ao longo dos anos.

Sandy Gottesman, que faleceu em 2022 aos 96 anos, foi um dos primeiros investidores na Berkshire Hathaway e amigo próximo de Warren Buffett.

Segundo Ruth Gottesman, os recursos para essa doação bilionária vieram do patrimônio de seu marido.

Para ajudar mais estudantes a entrarem na área da saúde, a escola anunciou que a doação será usada para aqueles para os quais o preço da faculdade de medicina seria muito alto.

Estudantes com menor poder aquisitivo serão beneficiados com a doação – Foto: Canva Pro/Reprodução

Valores para estudar na região

Em 2023, segundo a Associação de Faculdades Médicas Americanas, a média da dívida nacional para estudantes de medicina que adquiriram empréstimos foi de US$ 200.000. Desse grupo, 84% contraíram empréstimos de pelo menos US$ 100.000.

A mensalidade na Einstein para este ano atinge quase US$ 60.000. Além desse valor, a instituição aconselha que os estudantes reservem pelo menos mais US$ 35.000 anualmente para cobrir despesas com moradia, livros e outros custos adicionais. O programa tem uma duração total de quatro anos.

O Dr. Yaron Tomer, diretor da escola de medicina, comentou a importância da doação:

“Essa doação revoluciona radicalmente nossa capacidade de continuar atraindo estudantes comprometidos com nossa missão, não apenas aqueles que podem pagar.”

Essa não é a primeira iniciativa para tornar o acesso às faculdades de medicina mais democrático nos EUA.

A escola de medicina da Universidade de Nova York já oferece cobertura total da mensalidade para todos os seus alunos, e a Universidade de Columbia assume integralmente os custos de frequência para estudantes de medicina com necessidade financeira.

Fonte: R7 – Tecnologia

Artigos Relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Pesquisar

Últimas Notícias

Categorias