25.6 C
Distrito Federal
quinta-feira, julho 18, 2024

NASA e SpaceX explicam rachadura na Crew-8: “não era um risco”

No domingo passado (26 de fevereiro de 2024), a NASA e a SpaceX lançaram a missão Crew-8, levando uma nova tripulação para a Estação Espacial Internacional.

Após a decolagem, foi verificado que a cobertura da escotilha da cápsula Crew Dragon Endeavour apresentava alguns danos, incluindo uma rachadura. A NASA e a SpaceX analisaram a situação e concluíram que a rachadura não representava um risco para a missão.

Em uma entrevista coletiva, a SpaceX e a NASA explicaram o motivo de não adiar a decolagem da Crew-8. Sarah Walker, uma das executivas da SpaceX, detalhou que a rachadura se encontrava em um dos “múltiplos selos redundantes” da escotilha. Ela disse:

“Este é um dos múltiplos selos redundantes nesta área. É uma cobertura exterior do selo de pressão que cobre o principal selo da escotilha. Este material expande com calor, por isso esperamos que este pequeno defeito se possa resolver durante o processo de lançamento.”

Walker salientou que a rachadura era pequena e que, mesmo que não se resolvesse com o calor, não representaria um risco para a segurança da tripulação.

A NASA e a SpaceX monitoraram a situação durante todo o voo e confirmaram que a rachadura não se expandiu e não causou nenhum problema. A Crew Dragon Endeavour atracou com sucesso na Estação Espacial Internacional na terça-feira (28 de fevereiro de 2024).

Leia Também: SpaceX e NASA lançam foguete com astronautas para missão histórica

Fonte: Notícias ao Minuto Brasil – Tech

Artigos Relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Pesquisar

Últimas Notícias

Categorias