21.6 C
Distrito Federal
terça-feira, julho 23, 2024

Micro-ondas ligado na tomada gasta muita energia?

A praticidade proporcionada pelo micro-ondas é inegável, tornando-se um eletrodoméstico quase indispensável em muitos lares. No entanto, a dúvida sobre o quanto esse aparelho pode impactar no consumo de energia persiste.

A Empresa de Pesquisa Energética (EPE) revela que, entre 2005 e 2022, o uso de eletrodomésticos na cozinha cresceu consideravelmente no Brasil, e 7 em cada 10 domicílios possuem um micro-ondas, assim como outros dispositivos elétricos como forno elétrico e air fryer.

Para entender melhor o consumo de energia do micro-ondas, é essencial analisar fatores como potência, frequência de uso e tempo de funcionamento. Em média, esse eletrodoméstico consome cerca de 14 kWh por mês, segundo a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), variando de 1,00 kWh a 1,50 kWh por hora durante o funcionamento.

A etiqueta de eficiência energética, presente no selo Procel, fornece informações essenciais, como potência e a nota do INMETRO relacionada ao consumo, orientando o consumidor na escolha de um modelo mais eficiente.

Forno elétrico ou air fryer?

O forno elétrico, devido às altas temperaturas necessárias para seu funcionamento, tem uma potência superior a 1500 watts, consumindo mais energia do que o micro-ondas. O tempo de cozimento, o tamanho e o hábito de preaquecer contribuem para esse consumo elevado. Já em relação à air fryer, a comparação varia de acordo com a potência do modelo, mas geralmente, um micro-ondas de 1000 watts consome menos energia.

Para otimizar o uso do micro-ondas e reduzir o consumo energético, é possível adotar algumas práticas. Evitar o modo stand by, desconectando o aparelho quando não estiver em uso, pode reduzir o consumo médio de 5w. Além disso, fazer um uso consciente do micro-ondas, preferindo aquecer alimentos em porções menores ou que não demandem muito tempo de cozimento, contribui para uma maior eficiência energética.

Busca por alternativas sustentáveis

A utilização de energia solar para o micro-ondas, por meio do crédito de energia solar oferecido pela Órigo Energia, é uma solução que não apenas reduz a conta de luz, mas também utiliza uma fonte de energia limpa e renovável. Com benefícios adicionais, como descontos na fatura e participação no Clube Órigo, essa opção se destaca como uma escolha ecologicamente responsável e economicamente vantajosa.

Fonte: R7 – Economia

Artigos Relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Pesquisar

Últimas Notícias

Categorias