19.6 C
Distrito Federal
domingo, março 3, 2024

Helicóptero em SP: dano em árvores indica queda acentuada

Uma das pistas que indica como foi a queda do helicóptero que tinha como destino Ilhabela, litoral de São Paulo, está no topo das árvores, no local onde foram encontrados os destroços. 

+ Leia mais notícias do Brasil em Oeste

De acordo com o especialista em segurança de voos Roberto Peterka, a trajetória do impacto pode indicar perda de controle consequente de desorientação. Além disso, pode ter havido algum tipo de falha mecânica. 

“Indica que o helicóptero quebrou aquelas pontas das árvores e não foi muito longe, acabou quase ao pé delas”, afirmou Peterka. “Esse ângulo de incidência do impacto no solo foi antecedido por um grande ângulo de projeção da aeronave. Ou seja, ele vinha e não foi um pouso, digamos, com leve ângulo de aproximação.” 

Leia também: ‘Piores dias’, disse irmã de vítima de queda do helicóptero que estava desaparecido em SP”

O especialista ainda diz que essa projeção pode ser feita quando se traça uma linha imaginária dos destroços do helicóptero, que passaria perto dos topos de árvores quebrados. 

PM encontra helicóptero desaparecido
Depois de 12 dias de busca, helicóptero que ia para Ilhabelha foi encontrado | Foto: Reprodução/YouTube/CNN Brasil

Ele ainda ressalta que há pouco material analisado. As investigações de acidentes aéreos ficam a cargo do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa), ligado à Força Aérea Brasileira (FAB). 

Leia mais: “Helicóptero que estava desaparecido em SP: equipes trabalham pelo resgate dos corpos”

A aeronáutica, por sua vez, acionou uma equipe de investigadores do Serviços Regionais de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa IV). Os agentes vão fazer uma Ação Inicial da ocorrência — nome técnico do procedimento que verifica as primeiras evidências de danos no helicóptero. 

Acesso à área foi prejudicado pela chuva

Depois que o helicóptero foi localizado, o acesso à área de mata densa ainda foi prejudicado pela chuva. Os agentes do 11º Grupamento de Bombeiros foram até Paraibuna para remover os corpos das quatro pessoas que estavam na aeronave.

Leia também: “Helicóptero que estava desaparecido em SP: imagem mostra avião da Força Aérea sobrevoando área de acidente”

Morreram no acidente o empresário Rapahel Torres; a vendedora Luciana Marley Rodzewics Santos; a filha dela, Letícia Ayumi Rodzewics Sakumoto; e o piloto Cassiano Tete Teodoro. 

Fonte: R7 – Brasil

Artigos Relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Pesquisar

Últimas Notícias

Categorias