20.6 C
Distrito Federal
sábado, julho 20, 2024

FGTS: Doença grave pode liberar valores depositados

FGTS: Doença grave pode liberar valores depositados O saque integral do FGTS é uma opção para trabalhadores que se encontram em situações específicas, como demissão sem justa causa, aposentadoria, financiamento da casa própria, compra de órtese ou prótese, ou doença grave.

No caso de doença grave, o trabalhador ou seu dependente deve apresentar documentos médicos que comprovem o diagnóstico. Os documentos necessários são:

  • Formulário “Relatório Médico de Doenças Graves para Solicitação de Saque do FGTS”, disponível para download no site da Caixa Econômica Federal;
  • Cópia dos exames médicos e de seus respectivos laudos e/ou dados clínicos que tenham sido informados no formulário;
  • Documento de identificação do trabalhador ou dependente;
  • Documento de comprovação do vínculo empregatício (Carteira de Trabalho), ou outro documento que comprove o vínculo empregatício.

Em caso de dependente acometido por doença grave, também é necessário apresentar:

  • Documento de comprovação da dependência;
  • Documento de identificação do dependente.

O pedido de saque pode ser feito presencialmente, em uma agência da Caixa, ou pelo aplicativo FGTS.

Como solicitar o saque integral do FGTS por doença grave pelo aplicativo FGTS

Ao acessar o aplicativo FGTS, siga os seguintes passos:

  1. Clique em “Meus Saques”;
  2. Escolha a opção “Outras Situações de Saques”;
  3. Selecione o motivo do Saque “ Doença grave, Terminal ou Órtese/Prótese”;
  4. Informe quem é o acometido ou portador da enfermidade (Titular ou Dependente);
  5. Leia as informações sobre as condições e documentações necessárias e clique em “Solicitar Saques FGTS”;
  6. Cadastre uma conta bancária de sua titularidade, de qualquer Instituição Financeira;
  7. Faça upload dos documentos requeridos;
  8. Verifique os documentos anexados e confirme;
  9. A confirmação do acometimento da doença será feita pela Perícia Médica Federal;
  10. A CAIXA irá validar seus dados e caso esteja tudo certo, o valor será creditado em sua conta.

Após a solicitação, a Caixa Econômica Federal irá analisar os documentos e, se forem aprovados, o valor será creditado na conta cadastrada.

Fonte: R7 – Economia

Artigos Relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Pesquisar

Últimas Notícias

Categorias