19.6 C
Distrito Federal
sábado, fevereiro 24, 2024

Eventos na RPPN Mário e Alba Corral celebram o Dia Mundial do Meio Ambiente

A Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN) Mário e Alba Corral, localizada no Vale das Duas Barras, Glicério, na base da Serra da Estrela, foi palco de dois eventos marcantes que ressaltaram a importância da restauração de florestas e a conexão entre a regeneração dos ecossistemas, a segurança hídrica e a biodiversidade. As programações, no último fim de semana, contaram com a participação de várias organizações e o apoio da Prefeitura de Macaé através das secretarias de Mobilidade Urbana, Defesa Civil e da Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade que incentiva mobilizações como essa.

O primeiro evento foi promovido pelo projeto “No Caminho da Mata Atlântica: restaurando paisagens e fortalecendo cadeias produtivas locais no Mosaico Central Fluminense” (projeto CMA-MCF), executado pelo Instituto Internacional de Sustentabilidade (IIS) e pelo Caminho da Mata Atlântica, no âmbito do Projeto Biodiversidade e Mudanças Climáticas na Mata Atlântica, financiado pelo Banco de Desenvolvimento da Alemanha, com coordenação do Ministério do Meio Ambiente e Mudança do Clima e gestão do Fundo Brasileiro para a Biodiversidade. O objetivo foi capacitar a população da região, especialmente os jovens, sobre a necessidade urgente de promover a recuperação de áreas degradadas. Os participantes aprenderam sobre as técnicas de restauração e plantaram algumas mudas de espécies nativas. “A restauração florestal é essencial para a conservação da nossa rica e tão ameaça biodiversidade, contribui para a mitigação das mudanças climáticas e para a saúde dos ecossistemas e das pessoas”, afirmou Fernanda Tubenchlak, coordenadora de mobilização e fortalecimento de cadeias produtivas do Projeto CMA-MCF.

O segundo evento foi a promoção de duas caminhadas ecológicas, em parceria com Chico Schnoor, coordenador do Caminho da Mata Atlântica e guias locais: Vavá, Edinho, Jones, Jomar e vários outros. Um trajeto percorreu as cachoeiras da RPPN e da Serra da Estrela e outra mais longa de 9 km, formada por um grupo de quarenta pessoas, fez o percurso da RPPN Mário Alba Corral até a Serra Escura, na Bicuda. A caminhada proporcionou uma experiência única aos participantes, que tiveram a oportunidade de apreciar a natureza, conhecer as cachoeiras exuberantes da região e se extasiar com as belas vistas do alto da montanha.

“A RPPN Mário Alba Corral desempenha um papel fundamental na conservação da biodiversidade e na promoção do ecoturismo na região”, ressalta Chico Schnoor, representante da Mata Atlântica, especialista em trilhas que vem desenvolvendo projetos de restauração florestal na região.

Ressalta-se a importância de associarmos todas essas ações à Década das Nações Unidas para a Restauração dos Ecossistemas que propõe a restauração de 2 bilhões de hectares até 2030. Eventos como esses em Macaé mostram que a restauração florestal e o contato com a natureza são passos significativos na construção prática de um futuro mais sustentável. Os ecossistemas são o sistema imunológico de nosso planeta.

As programações realizadas na RPPN Mário Alba Corral, o apoio da população e da Prefeitura confirmam o compromisso da região de Macaé com a proteção ambiental, destacando a importância da restauração florestal, a biodiversidade e a conexão entre os ecossistemas. Várias ações se prospectam no contexto da consolidação do Caminho da Estrela, lançado em 2022, com presença do prefeito, Welberth Rezende e do então Secretário de Ambiente, Juninho Luna. Neste ano, várias ações para consolidação do Caminho estão sendo prospectadas.

Fonte: RJNEWS – Meio ambiente

Artigos Relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Pesquisar

Últimas Notícias

Categorias