27.6 C
Distrito Federal
quarta-feira, abril 17, 2024

Eriksson revela que tem câncer em fase terminal: "Me resta um ano…"

Sven-Goran Eriksson, uma figura incontestável do futebol sueco e mundial, anunciou nesta quinta-feira que foi diagnosticado com câncer em estágio terminal, admitindo ter, “no máximo”, mais um ano de vida.

“Todos sabem que tenho uma doença que não é boa. Todos adivinharam que era câncer, e realmente é, mas preciso lutar da melhor maneira possível. Resta-me um ano, talvez, no máximo”, afirmou à rádio sueca P1, conforme citado pelo Daily Mail.

“Eriksson, aos 75 anos, reconheceu a gravidade da situação, mas expressou sua determinação em manter uma perspectiva positiva. “Acredito que poderia ficar sentado o tempo todo em casa, sentindo-me infeliz e pensando que não tenho sorte. É fácil pensar assim, mas não, vou tentar ver o lado positivo das coisas e não me afundar nos problemas. Não posso me entregar às adversidades. Esse é o maior revés de todos”, enfatizou.

Eriksson treinou o Benfica entre 1982 e 1984, retornando ao clube entre 1989 e 1992, conquistando três campeonatos, uma Taça de Portugal e uma Supertaça. O ex-técnico sueco encerrou sua carreira de treinador em 2019, quando comandou as Filipinas, e posteriormente assumiu o cargo de diretor desportivo do IF Karlstad em junho de 2022, afastando-se pouco tempo depois do mundo do futebol para cuidar de sua saúde.

A lenda do futebol sueco teve passagens bem-sucedidas por clubes como Lazio, AS Roma, Fiorentina, Sampdoria, Leicester e Manchester City, além de dirigir as seleções da Inglaterra, México e Filipinas.

Leia Também: ‘Se havia algo, o alvo era eu’, diz Duilio sobre câmeras escondidas no Corinthians

Fonte: Notícias ao Minuto Brasil – Última Hora

Artigos Relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Pesquisar

Últimas Notícias

Categorias