20.6 C
Distrito Federal
sábado, julho 20, 2024

Em noite inspirada de Júnior Santos, Botafogo abre vantagem sobre Bragantino :: ogol.com.br

Júnior Santos foi o grande nome da noite e, com dois golaços, o atacante deu a vantagem ao Botafogo sobre o Bragantino, por 2 a 1, no jogo de ida da última fase da pré-Libertadores. 

O Glorioso vai para Bragança Paulista em busca de um empate para conseguir o primeiro grande objetivo da temporada: chegar aos grupos da Libertadores. Ao Massa Bruta, só a vitória interessa. 

Do nada… dois gols

O Botafogo tentou tomar a iniciativa da partida e usava muito o corredor lateral direito. Em alguns momentos, Savarino se juntava naquele setor com Junior Santos e Suárez para criar superioridade numérica. 

O Bragantino, por sua vez, segurou a pressão inicial e começou a incomodar o adversário quando adiantou as linhas para pressionar alto. Alexander Barboza e Lucas Halter erraram em saídas de bola. Borbas arriscou de fora, e parou em Gatito. 

Depois de ficar acuado em campo por alguns minutos, o Glorioso tentou voltar a jogar. Superou os erros na primeira fase de construção e conseguiu voltar ao último terço. Mas só foi finalizar aos 26, em cabeçada longe do alvo de Tiquinho. 

Os goleiros trabalhavam pouco ou nada, em um jogo de poucas emoções. Gregore tentou mudar o panorama em cobrança de falta com força, mas Cleiton foi bem para espalmar. Savarino, em seguida, arriscou de longe, e ficou fácil para o goleiro. 

Já perto do intervalo, um lampejo deu a vantagem ao Alvinegro. Júnior Santos veio rabiscando da direita e, na área, cortou mais um marcador antes de finalizar de canhota, no contrapé de Cleiton. Um lance foi suficiente para o Bota sair na frente. 

Só que bastou um lance também do outro lado para o Massa Bruta empatar pouco antes do intervalo. Helinho cobrou falta da canhota e Juninho Capixaba, de cabeça, deixou tudo igual. 

Júnior Santos iluminado

O jogo não pegou fogo com os gols perto do intervalo. Seguiu morno. Helinho tentava fazer a diferença em jogadas individuais de um lado, Júnior Santos respondia do outro. Mas nada de lances de perigo. 

Os lampejos, então, voltaram a fazer a diferença. Júnior Santos, em uma fase iluminada, abriu na direita para Damián Suárez e recebeu de volta na área. O atacante levantou a bola e acertou uma finalização acrobática para fazer um golaço e recolocar o Glorioso em vantagem na partida. 

O Bragantino tentou se adiantar depois do gol. Com e sem a bola. Voltou a pressionar alto e, ao mesmo tempo, Pedro Caixinha colocou mais atacantes no jogo. Bruninho, pelo lado do campo, chegou a dar algum trabalho para a defesa botafoguense. 

O jogo se aproximou do final sem grandes sustos para Gatito. Mas o Botafogo lutou contra seus próprios fantasmas para não sofrer um gol no fim. Certamente os mais de 30 mil alvinegros no Nilton Santos prenderam a respiração nos últimos lances. Dessa vez, porém, o time conseguiu superar o trauma, e confirmou a vitória para ficar a um empate da vaga. 

Fonte: R7 – Futebol

Artigos Relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Pesquisar

Últimas Notícias

Categorias