22.6 C
Distrito Federal
sexta-feira, julho 19, 2024

Ação simbólica para sensibilizar população sobre onda de feminicídios espalhará bancos vermelhos nos principais parques públicos do DF

Parceria firmada entre a  Procuradoria Especial da Mulher (PEM) da Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF) com a L’Associazione Stati Generali delle Donne HUB  possibilitará a implementação do projeto de lei que prevê a colocação de bancos vermelhos nos principais parques públicos do Distrito Federal

Um lugar que está vazio, mas há algo lá. Um banco vermelho (PanchineRosse™️), vermelho como o sangue derramado de tantas mulheres vitimadas pela barbárie, pelo patriarcado, pelo machismo estrutural, pelos incessantes feminicídios que aniquilam tantas e tantas mulheres, no DF e no mundo.

A iniciativa, que convida os transeuntes a pararem, sentarem e lembrarem que o feminicídio  e as mais diversas violências contra as mulheres não devem existir, agora ganhará os principais parques do Distrito Federal. Isso graças a aprovação do projeto de lei 1.153/2024, de autoria da deputada Dayse Amarilio (PSB) – Procuradora Especial da Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF),  no último dia 25 de junho.

A proposta, que institui o Programa Banco Vermelho no DF, se deu graças a parceria da Procuradoria Especial (PEM) da CLDF e a  L’Associazione Stati Generali delle Donne HUB, detentores da marca #panchinerosse, que tem sede na Itália.

Para Dayse Amarilio, essa aliança, além de oportuna, é necessária, pois a utilização desses bancos vermelhos como símbolo de conscientização e memória das vítimas de feminicídio é uma iniciativa de grande importância considerando os alarmantes dados sobre feminicídio na capital do Brasil.

“No Distrito Federal, os índices de feminicídio continuam elevados, sendo essencial promover ações que sensibilizem e eduquem a população sobre a necessidade de proteger as mulheres”, diz Dayse.

A parlamentar reitera que o Brasil é signatário de diversos tratados internacionais e tem se empenhado em ampliar as políticas públicas de atenção e proteção à mulher.  Por isso, a instalação dos bancos vermelhos nos parques públicos do Distrito Federal será um passo significativo nesse sentido, reforçando o compromisso da Procuradoria da Mulher e da própria CLDF com a causa.

Ações  educativas – Dayse Amarilio, enquanto Procuradora Especial da Mulher, pretende realizar ações itinerantes de educação e memória, utilizando os bancos vermelhos como pontos focais dessas atividades. Essas ações visam a conscientização da população sobre a proteção à mulher e o combate à violência de gênero.

Stati Generali delle Donne – A associação Stati Generali delle Donne HUB  é um movimento focado na promoção do pleno desenvolvimento do papel social da mulher.  Atua em toda a Itália desde 2015, com projetos na Bósnia, França e Reino Unido, e também possui escritórios na Espanha e na América do Sul.

A associação desenvolve iniciativas de promoção da pessoa e das atividades segundo os princípios da igualdade de oportunidades, da igualdade, da defesa dos direitos, da prevenção e valorização do ambiente e dos bens comuns, colocando a centralidade do trabalho da mulher como elemento essencial do desenvolvimento justo e sustentável, a fim de criar as condições para um verdadeiro empoderamento feminino e a disseminação de políticas de integração de género, através de propostas nacionais e internacionais.

Banco Vermelho

Entre outros projetos desenhados e posicionados pela L’Associazione Stati Generali delle Donne HUB está o primeiro banco vermelho em Lomello em 2016. Em poucos anos a maré vermelha tocou todas as partes do mundo.

#panchinerosse™️ (banco vermelho) é um projeto aberto. Qualquer pessoa, associação, empresa, instituição ou a administração pública pode organizar-se autonomamente para posicionar o próprio banco. Pede-se apenas que seja afixado ​​o logotipo oficial, pois é uma marca registrada, e o logotipo da L’Associazione Stati Generali delle Donne HUB no apoio, além da menção em todas as comunicações de mídia com #panchinerosse  #statigeneralidelledonne.

Artigos Relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Pesquisar

Últimas Notícias

Categorias