Fies: pré-selecionados devem enviar informações até esta sexta-feira
Pesquisa aponta redução de 404 mil trabalhadores no comércio em 2020
Pesquisa delineia possibilidades para um segundo turno no DF
Caso seja reeleito, Ibaneis pretende manter modelo do Iges-DF
Movimentação de cargas cresce 2,3% no trimestre no Porto de Santos

Vice do Vasco afirma que jogo do Fluminense pela Libertadores ainda não está garantido para São Januário

Lance

Lance Lance

Depois de a Conmebol anunciar a estreia do Fluminense como mandante na Libertadores para São Januário, o vice-presidente geral do Vasco, Carlos Osório, afirmou que ainda não está tudo acertado. Em entrevista ao canal “Atenção, Vascaínos”, o dirigente explicou que não há contrato assinado e espera para saber se valerá a pena para o Cruz-Maltino fazer a cessão. O jogo está marcado para 1º de março, às 21h30.

– É importante esclarecer. O Vasco da Gama apenas autorizou o Fluminense a comunicar a Conmebol o estádio de São Januário como uma de suas possíveis sedes. O Vasco da Gama ainda não assinou nenhum contrato com o Fluminense. A cessão do estádio de São Januário para os jogos do Fluminense na “Pré-Libertadores” ainda não está pactuada. Como havia um prazo limite para que o clube informasse as possibilidades de mando de campo, nós autorizamos que eles informassem o estádio de São Januário como uma dessas possibilidades, porém, ainda não temos nenhum contrato assinado – disse.

Vale lembrar que o Vasco está aproveitando o período sem jogos para revitalizar o gramado de São Januário. A reforma teve início há quase três semanas e tem previsão de conclusão no início de fevereiro. O campo de jogo foi bastante criticado ao longo de 2021 e o clube não conseguiu fazer o tratamento adequado no gramado entre as temporadas 2020 e 2021.

– Qual é a visão do Vasco? Estamos reformando o gramado para a temporada de 2022 e, evidentemente, é a casa do Vasco e tem como única e exclusiva prioridade, o mando de jogos do Vasco. Se o Vasco da Gama puder arrecadar um aluguel de partidas do Fluminense, que não prejudiquem o gramado e que também não coincidam com datas do Vasco, isso será analisado, dependendo da proposta comercial que for colocada à mesa. O estádio de São Januário pode e deve ser uma fonte de geração de receitas para o clube, desde que nossos interesses estejam preservados. Cederemos apenas ser for conveniente para o Vasco – completou.

O presidente Mário Bittencourt afirmou na segunda-feira que as tratativas estavam avançadas para a partida acontecer em São Januário. O Maracanã está fechado por conta da troca do gramado. O Tricolor fará o primeiro jogo na segunda fase da Libertadores na Colômbia (contra Millonarios, de Bogotá, ou Deportivo Cali), no dia 22 de fevereiro. A volta será no dia 1º de março.

Fonte: R7 – Esportes

Compartilhe este conteúdo!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Últimas Notícias:

vacina