Amanhã será ponto facultativo nos órgãos federais sediados em Brasília
Índices de confiança do comércio e serviços caem em novembro
Termina hoje prazo para mesário justificar ausência no segundo turno
IGP-M registra queda de preços de 0,56% em novembro, diz FGV
Uso de máscara volta a ser obrigatório no transporte público de SP

Silêncio de Pacheco em janeiro foi combinado com partido, diz Kassab

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – O presidente do PSD, Gilberto Kassab, diz que o sumiço do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), em janeiro foi acertado com o partido.

“O senador Pacheco foi lançado candidato a presidente e está avaliando nesse mês de janeiro, para anunciar sua decisão em fevereiro ou março”, afirma Kassab.

O silêncio do presidente do Senado num momento em que outros candidatos estão com agenda cheia gerou especulações de que ele desistirá de disputar o Planalto.

Segundo Kassab, haverá uma decisão conjunta do partido com o senador. “Minha opinião é que será candidato, mas não posso falar por ele”, diz.

O ex-prefeito de SP reiterou que o partido terá candidato à sucessão de Jair Bolsonaro, e rejeita falar sobre plano B. “Pacheco é meu plano A, B e C”, afirma.

Fonte: Notícias ao Minuto Brasil – Politica

Compartilhe este conteúdo!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *