Drenar-GDF-300x250-GIF
Programa oferece até R$ 21 mil de crédito para empreendedores negros
Governo lança programa para reduzir filas no sistema de saúde
UNE quer construir agenda com reivindicações ao governo federal
Anvisa fará webinar sobre novas regras de reprodução humana assistida
Mercado financeiro eleva projeção da inflação de 5,74% para 5,78%

São Paulo vacila, leva empate da Chapecoense e segue sem embalar

São Paulo teve o domínio do jogo, mas vacilou e levou empate da Chapecoense

São Paulo teve o domínio do jogo, mas vacilou e levou empate da Chapecoense DINHO ZANOTTO/AGIF – AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/ESTADÃO CONTEÚDO 03.10.21

O São Paulo segue sem embalar no Brasileirão. Neste domingo (3), o time até saiu na frente, em belo gol de Rigoni, mas levou o empate da Chapecoense, lanterna da competição, e continua rondando as últimas colocações.

Agora, o time soma 28 pontos, na 13ª posição. A Chape, com 11, segue afundado na última posição.

Pela 24ª rodada, já no meio de semana, enquanto os catarinenses jogam na quarta, contra o líder Atlético-MG, os paulistas fazem o clássico com o Santos no dia seguinte.

São Paulo tem a bola, mas cria pouco
Desde os primeiros minutos, estava claro o padrão do jogo. O São Paulo com o total domínio da bola, mas com dificuldade em criar boas chances. Tanto é que até o gol, aos 35 minutos, o duelo estava bastante sem emoção.

Rigoni marca, mas perde ótima chance
Até que Liziero fez boa jogada e a bola sobrou para Rigoni chutar forte da entrada da área e marcar um belo gol.

O jogo esquentou. Aos 40, por pouco Anselmo Ramon não empatou e, no lance seguinte, só não levou o segundo por preciosismo de Rigoni. Sozinho em contra-ataque, o argentino tentou a cavadinha na saída do goleiro e mandou para fora.

Arena Condá recebeu torcedores pela 1ª vez

Arena Condá recebeu torcedores pela 1ª vez TARLA WOLSKI/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO 03.10.21

O primeiro bom momento do segundo tempo foi da Chape. Tiago Volpi saiu mal do gol e Mike cabeceou. A bola desviou na zaga e foi para fora.

Quem não faz…
Aos 17, o São Paulo encaixou contra-ataque e Luciano deu passe na medida para Rigoni, que mais uma vez chutou para fora.

Dez minutos mais tarde, Luciano serviu Calleri, que havia acabado de entrar e o argentino por pouco não fez o seu primeiro gol no retorno ao clube.

Toma
E se o São Paulo não aproveitou suas chances, a Chapecoense sim. Aos 30, Denner fez ótima tabela com Geuvânio e mandou para a área. A zaga rebateu e o volante cruzou na medida para Mike, que deixou tudo igual.

O empate deixou o jogo aberto. Aos 40, Calleri balançou as redes, mas foi flagrado em posição de impedimento e o gol foi anulado. Pouco depois, o argentino voltou a ter boa chance, mas parou no goleiro Keiller. Tudo igual em Chapecó!

Chapecoense 1 x 1 São Paulo

Competição: Campeonato Brasileiro, 23ª rodada
Data: 03/10/2021 (domingo)
Horário: 16 horas (de Brasília)
Local: Arena Condá, em Chapecó-SC
Árbitro: Marielson Alves Silva (BA)
Assistentes: Alessandro Rocha de Matos (Fifa-BA) e Elicarlos Franco de Oliveira (BA)
VAR: Rodolpho Toski Marques (PR)
Amarelos: Léo Gomes; Galeano Gols: Rigoni (aos 35’/1ºT) para o São Paulo; Mike (aos 30’/2ºT) para a Chapecoense
Chapecoense: Keiller; Matheus, Kadu, Derlan e Busanello; Alan Santos (Renê Junior), Léo Gomes (Ronei), Denner e Mike; Anselmo Ramon (Rodriguinho) e Bruno Silva (Geuvânio). Técnico: Dino Camargo
São Paulo: Tiago Volpi; Arboleda, Miranda e Léo; Galeano (Igor Gomes), Liziero (Luan), Nestor, Luciano e Welington (Marquinhos); Rigoni e Eder (Calleri). Técnico: Hernán Crespo

Sem estádio, Mundial ou Copa do Brasil: piadas persistem no futebol

Compartilhe este conteúdo!

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *