Estudo mostra descumprimento da Lei de Cotas em empresas paulistas
Anvisa autoriza estudo para nova vacina contra a covid-19
Balança comercial registra superávit de US$ 3,99 bi em setembro
Câmara dos Deputados terá quatro parlamentares indígenas
Pfizer apresenta pedido de vacina mais forte contra variante Ômicron

Metade dos reajustes salariais não repõe a inflação em março

Apenas 16% dos trabalhadores tiveram ganho real em março

Apenas 16% dos trabalhadores tiveram ganho real em março Marcello Casal JrAgência Brasil – 13.10.2020

A inflação acumulada de 10,8% pelo INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor) não foi reposta para metade dos trabalhadores (49,9%), que perderam poder de compra no período.

De acordo com dados do Salariômetro divulgados nesta quarta-feira (27) pela Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas), 34,1% das negociações apenas igualaram os reajustes à inflação e somente 16,1% receberam uma alta real nas remunerações.

Leia mais: Salário médio no Brasil cai de 4 para 2 mínimos em nove anos

A pesquisa revela ainda que o reajuste recebido pelos profissionais no mês passado foi, em média, de 10,1%, o que representa uma defasagem em relação ao INPC acumulado nos últimos 12 meses.

Na análise mediana, que reduz as distorções entre as maiores e as menores variações, não houve perda real, já que o dado mantém os reajustes iguais ao apurado pelo índice de preços. O resultado corresponde a 12 meses de aumento real mediano nulo ou negativo.

Segundo o levantamento, feito com base em dados do Ministério da Economia, os acordos resultaram em retornos maiores, de 10,5%, que os obtidos em convenções coletivas (10,2%). Com a atualização, o piso médio oferecido aos trabalhadores nas negociações ficou em R$ 1.444.

O Salariômetro mostra ainda que as projeções indicam que a inflação deve persistir acima dos dois dígitos ao menos até o mês de setembro. Para o presidente do BC (Banco Central), Roberto Campos Neto, o pico de inflação oficial de preços em 12 meses deveria ocorrer no mês de abril. Ele, no entanto, disse que a autoridade foi surpreendida pelo salto do indicador em março.

Fonte: R7 – Economia

Compartilhe este conteúdo!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.