Atleta patrocinado por empresa de Brasília compete hoje (8) na 4ª edição do Desafio Delta do Parnaíba/Ultra
Petrobras reduz preços da gasolina e do diesel para as distribuidoras
Programa oferece parcelamento para quitar fatura de água em atraso
Saúde abre consulta para incorporar ao SUS vacina pediátrica da Pfizer
Rendimentos do trabalho crescem 2,5% no terceiro trimestre

Leões e tigres são diagnosticados com covid em zoológico dos EUA

Leões e tigres estão recebendo tratamento e devem ser vacinados contra covid-19 em breve

Leões e tigres estão recebendo tratamento e devem ser vacinados contra covid-19 em breve Reprodução/Smithsonian’s National Zoo

Seis leões e três tigres do zoológico de Washington, capital dos Estados Unidos, estão recebendo tratamento para a covid-19, após a detecção da doença em testes preliminares, informaram nesta sexta-feira (17) funcionários do local.

“No fim de semana passado, os guardas notaram redução do apetite, tosse, espirros e letargia” em seis leões africanos, um tigre de Sumatra e dois tigres siberianos, cujos exames preliminares deram positivo para o novo coronavírus, afirmou o zoológico em comunicado.

A nota também diz que são esperados nos próximos dias os resultados de novos testes para confirmar o diagnóstico. Os animais estão sendo tratados com anti-inflamatórios, medicamentos para evitar náuseas e antibióticos contra o risco de pneumonia.

Os funcionários do zoológico enfatizaram que não há risco para o público, dada a distância considerável entre o hábitat dos felinos e os visitantes. Além disso, o zoo acrescentou que nenhum outro animal apresentou sinais de infecção.

O contágio desses felinos acontece após o anúncio feito na última terça-feira (14) por diversos zoológicos americanos, entre eles o de Washington, do lançamento de uma campanha de vacinação para espécies de animais que podem contrair covid-19.

Além dos felinos, os primatas estão sendo afetados pelo vírus no país. Na semana passada, vários gorilas do zoológico de Atlanta, na Geórgia, apresentaram resultado positivo em testes para detectar o coronavírus.

Para protegê-los desse mal, os animais do zoológico da capital americana serão imunizados nos próximos meses com um fármaco desenvolvido pela companhia especializada Zoetis.

Compartilhe este conteúdo!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *