Drenar-GDF-300x250-GIF
Programa oferece até R$ 21 mil de crédito para empreendedores negros
Governo lança programa para reduzir filas no sistema de saúde
UNE quer construir agenda com reivindicações ao governo federal
Anvisa fará webinar sobre novas regras de reprodução humana assistida
Mercado financeiro eleva projeção da inflação de 5,74% para 5,78%

Corinthians lucra quase R$ 170 mil na volta do público para a Neo Química Arena

Lance

Lance Lance

A CBF divulgou nesta quarta-feira o borderô da partida entre Corinthians e Bahia, vencida pelo Timão por 3 a 1, na última terça, na Neo Química Arena. Na primeira partida com bilheteria depois de mais de um ano e sete meses, o clube conseguiu lucrar quase R$ 170 mil com a venda dos ingressos.

TABELA
> Veja classificação e simulador do Brasileirão-2021 clicando aqui

> Conheça o aplicativo de resultados do LANCE!

GALERIA
> Confira as fotos da nova terceira camisa roxa do Corinthians

Segundo regra do Governo do Estado de São Paulo, apenas 30% da capacidade do estádio estava liberada para torcedores no duelo pela 24ª rodada do Brasileirão, o que daria em torno de 15 mil corintianos. No entanto, segundo o documento, 10.470 pagantes estiveram presentes em Itaquera para o jogo.

Esse público trouxe uma renda bruta de R$ 520.529,90. O valor, porém, não fica integralmente com clube, já que as despesas de operação da partida são abatidas dele. Com isso, o valor lucrado na noite da última terça-feira foi de R$ 168.212,19. Pouco para os padrões do estádio, que antes da pandemia costumava apresentar renda líquida média acima de R$ 1 milhão.

O total de despesas do jogo foi de R$ 312.470,34, mais R$ 39.847,37 em deduções que não foram especificadas. O maior desses gastos foi em relação aos orientadores do estádio, que custou R$ 78.937,80. A tendência é de que quando a venda de ingressos passar a ser de 100% da capacidade do estádio os custos de operação terão menor impacto no valor arrecadado pelo clube.

Segundo os dirigentes corintianos, eles estão perto de formalizar um acordo com a Caixa por conta da dívida da construção da Arena. Quando as tratativas forem oficializadas, o Timão ficará com 100% do lucro da Neo Química Arena. No momento, o dinheiro arrecadado vai para um fundo que administra o estádio. Desde 2014, o lucro dos jogos nunca foi para os cofres corintianos.

Compartilhe este conteúdo!

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *