Drenar-GDF-300x250-GIF
Programa oferece até R$ 21 mil de crédito para empreendedores negros
Governo lança programa para reduzir filas no sistema de saúde
UNE quer construir agenda com reivindicações ao governo federal
Anvisa fará webinar sobre novas regras de reprodução humana assistida
Mercado financeiro eleva projeção da inflação de 5,74% para 5,78%

Bolsonaro diz que deve retomar agenda presidencial

O presidente da República, Jair Bolsonaro, diz ter testado negativo para covid-19 neste domingo, 26. As informações foram confirmadas em nota da Secretaria de Comunicação (Secom) do Planalto. Com isso, o mandatário deverá retomar as atividades presenciais a partir desta segunda-feira, 27. Segundo apurou o Estadão, o teste foi realizado na residência oficial de Bolsonaro, o Palácio da Alvorada, onde ele está cumprindo isolamento desde que voltou dos Estados Unidos

O teste de covid de Bolsonaro foi uma recomendação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e o método usado foi o RT-PCR, considerado o mais preciso para detectar a infecção pelo vírus. O teste consiste em uma espécie de “cotonete”, chamado de swab, que é introduzido no nariz da pessoa. O resultado é quase instantâneo. A aplicação do teste foi necessária porque parte da comitiva de Bolsonaro aos EUA testou positivo para a doença nos últimos dias – caso do ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, e do filho do presidente, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP). Um diplomata que acompanhava o grupo também testou positivo para a doença.

O presidente esteve em Nova York para participar da Assembleia Geral das Nações Unidas (ONU), onde fez o tradicional discurso de abertura, que cabe ao Brasil. Bolsonaro estava em isolamento no Palácio da Alvorada desde quarta-feira, 22, quando voltou ao país. Agora, com a confirmação de que não está infectado, o presidente voltará às atividades presenciais.

A agenda de Bolsonaro para a semana inclui uma cerimônia alusiva aos mil dias de governo, que se completam neste domingo, 26, e uma série de viagens pelo país para a inauguração de obras. A primeira região a ser visitada deve ser a Nordeste, seguida por Estados da região Norte. Na Bahia, por exemplo, Bolsonaro deve inaugurar obras em 10km de estradas.

Compartilhe este conteúdo!

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *