Drenar-GDF-300x250-GIF
Programa oferece até R$ 21 mil de crédito para empreendedores negros
Governo lança programa para reduzir filas no sistema de saúde
UNE quer construir agenda com reivindicações ao governo federal
Anvisa fará webinar sobre novas regras de reprodução humana assistida
Mercado financeiro eleva projeção da inflação de 5,74% para 5,78%

Atlético-MG vence o Internacional e segue firme na liderança

Lance

Lance Lance

Em um duelo duro, com muita força das defesas, o Atlético-MG venceu o Internacional por 1 a 0, gol de Keno, neste sábado (2), no Mineirão, pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Galo segue firme na luta pelo título nacional, mantendo a boa distância da equipe para seus perseguidores

Com o resultado, o time alvinegro chegou aos 49 pontos e fica mais uma rodada bem distante dos rivais. O Internacional, com um primeiro tempo bom, mas mal no segundo, segue com 32 pontos, na sétima posição.

O gol de Keno foi o milésimo do Atlético na história do campeonato. E, mais do que os três pontos, a forma como a equipe reagiu após a eliminação da Libertadores foi o principal recado dado à torcida, que pode confiar no time para acabar com o jejum de 50 anose sem vencer o Brasileiro.

Defesas sólidas e nada de gol no primeiro tempo

Os sistemas defensivos de Galo e Inter estavam firmes na etapa inicial. Ambos bem postados, permitindo poucos espaços para os ataques. E ainda assim não foi um duelo travado. Os dois times buscaram o jogo.

Atlético-MG faz mudanças importantes para “oxigenar” o time

A entrada de Keno e Savarino deixou o Galo mais rápido em campo. Sabendo que o Inter estava bem na defesa, com dois velocistas dribladores, a chance de abrir a defesa colorada era maior. E assim foi, com boas chances criadas.

Nacho e Zaracho não funcionaram

Sempre se espera que os dois argentinos armem bem o time no ataque. Mas, fizeram uma partida inconsistente e sem brilho. E isso resultou em pouca força de ataque em boa parte do jogo.

Diego Aguirre tem um time ajustado, mas depende muito do coletivo 

A equipe gaúcha é bem treinada, tem bons valores, como Taison e Edenílson, mas não tem um elenco extenso, em que pode fazer várias mudanças como Cuca fez na partida. O time cansou no segundo tempo e o Atlético aumentou seu volume de jogo.

Mesmo com o elenco “curto”, Aguirre fez apenas uma mudança

Apesar de ter direito a cinco alterações, Diego Aguirre colocou apenas Guerrero em campo, mesmo precisando mudar a forma de jogar do Inter, que era pressionado pelo Galo. Coisas de técnicos.

Keno mudou o jogo e o placar no Mineirão

Se não estava dando na base do toque de bola, o Galo acertou em cheio ao colocar Keno em campo. Ele foi para cima da defesa do Inter, abriu espaços e foi coroado com uma grande atuação e um gol, após assistência de Hulk. O tento marcou pelo atacante é histórico. foi o de número 1000 do Galo na história do Brasileirão.

Galo “quebra luto” da eliminação na Libertadores e pode ir em busca do bi

Derrotar o Inter teve significado duplo: aumentar a vantagem par aos rivais na briga pelo campeonato e ainda exorcizar a saida da Libertadores para o Palmeiras, que afeitou muito a equipe. O time reagiu bem e segue firme para sair do jejum de 50 anos sem título.

Próximos jogos

O Galo terá na 24ª rodada a Chapecoense, quarta-feira, 6 de outubro, às 19h, na Arena Condá. Já o Colorado joga no mesmo dia e horário contra o Ceará, no Castelão.

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-MG 1 X 0 INTERNACIONAL

Data: 2 de outubro de 2021
Horário: 21h(de Brasília)
Local: Mineirão, Belo Horizonte (MG)
Árbitro: Luiz Flavio de Oliveira (SP)
Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa(ambos de SP)
VAR: Jose Claudio Rocha Filho (SP)
Gols: Keno, aos 32’-2ºT (1-0)
Cartões amarelos: Guilherme Arana (ATL), Zaracho (ATL), Nacho Fernández (ATL), Rodrigo Dourado (INT), Victor Cuesta (INT), Junior Alonso (ATL), Cuca (ATL)
Público/ Renda: 7166 presentes- R$ 355.804,00

ATLÉTICO-MG: (Técnico: Cuca)

Everson; Mariano (Guga, aos 31’-1ºT), Nathan Silva, Junior Alonso e Guilherme Arana; Allan, Jair (Keno,aos 15’-2ºT), Zaracho (Dylan Borrero, aos 30’-2ºT) e Nacho (Tchê Tchê, aos 30’-2ºT); Hulk e Sasha (Savarino, aos 15’-2ºT)

INTERNACIONAL: (Técnico: Diego Aguirre)

Daniel; Renzo Saravia, Bruno Méndez, Víctor Cuesta e Moisés; Rodrigo Dourado (Paolo Guerrero, aos 35’-2ºT), Rodrigo Lindoso, Edenilson, Taison e Patrick; Yuri Alberto.

CR7 ultrapassa R$ 100 milhões em coleção de carros; confira valores

Compartilhe este conteúdo!

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *